Apple continua desafiando Gradiente em disputa por marca iPhone. (Fonte da imagem: Reprodução/Blog do iPhone)

Depois de assinar um “cessar-fogo” temporário, Gradiente e Apple, que disputam o direito de utilizar a marca “iPhone/IPHONE” no Brasil, voltaram ao embate no Ministério Público para decidir quem fica com o quê. A empresa brasileira fez um pedido ao órgão para ter a tutela antecipada da marca, o que impediria a Maçã de vender seus smartphones em território nacional imediatamente.

Essa questão, entretanto, foi rejeitada pelo MP de São Paulo, o que pode indicar que um acordo deve estar sendo articulado, ou pelo menos existe a vontade para isso por parte do Ministério Público ou por alguma das empresas.

Mesmo assim, como a tutela antecipada foi rejeitada, as opções que sobram são: a venda da patente para a empresa norte-americana ou o pagamento de indenizações para a Gradiente por cada smartphone vendido pela concorrente. Não há informações ou previsões de quanto dinheiro poderia ser pago à Gradiente por cada aparelho ou se isso será feito em apenas uma única quantia de dinheiro por todo o dano à sua patente.

Cupons de desconto TecMundo: