(Fonte da imagem: Reprodução/Rimarkable)

As brigas entre a Google e a Apple por direito de propriedade intelectual podem acabar de uma forma melhor do que o esperado por muita gente – pelo menos melhor do que o resultado da recente disputa entre a Apple e a Samsung.

De acordo com fontes da agência de notícias Reuters, o presidente-executivo da Google, Larry Page, e o CEO da Apple, Tim Cook, vêm mantendo conversas secretas sobre uma série de questões envolvendo a propriedade intelectual de ambas as empresas, incluindo as famosas disputas de patentes móveis.

Os dois executivos tiveram uma conversa por telefone na semana passada sobre o assunto e mais diálogos são esperados nas próximas semanas, embora sem nenhuma data definida. Uma das fontes disse à Reuters que a reunião havia sido marcada para hoje (31/08), mas foi adiada por razões que não foram explicadas.

O caminho tortuoso da Samsung

As duas empresas estão mantendo o diálogo sobre as patentes em alto nível, uma situação bem diferente da apresentada na briga entre a Apple e a Samsung. Devido às semelhanças com seus produtos, a empresa da Maçã processou a fabricante coreana por violação de patentes e acabou ganhando a causa.

Por esse motivo, a Samsung terá que pagar à Apple 1,05 bilhão de dólares. A criadora do Galaxy S3 também poderá ser prejudicada com a proibição da venda de alguns produtos – um caso que foi amplamente visto como uma “guerra por procuração” entre Apple e Google.

Android na berlinda

Não estão claros ainda quais são os pontos que os dois executivos estão discutindo. As fontes da agência de notícias acreditam que o acordo poderá ser bem amplo, resolvendo vários ligítios entre as duas empresas – a maioria envolvendo a área de computação móvel. Mas também é possível que o acordo fique limitado a um conjunto bem específico de questões. O provável é que haja uma trégua nas disputas sobre as características e funções básicas do Android.

A briga entre a Google e a Apple se aqueceu muito nos últimos anos com o advento do Android na batalha dos smartphones. O sistema do Robô é hoje o SO móvel número 1 do mundo, mas era considerado por Steve Jobs um “produto roubado”.

A popularidade do Android cresceu muito e é acompanhada pelo número de processos de violação de patentes envolvendo os diversos fornecedores que usam o SO em seus hardwares. Como forma de blindar o sistema operacional, a Google adquiriu a Motorola Mobility no ano passado, justamente pela enorme quantidade de patentes móveis que a empresa detêm.

Reduzindo a dependência

A Apple nos últimos meses está promovendo alterações para reduzir sua dependência do Google. A empresa da Maçã recentemente lançou um software próprio de mapeamento móvel para concorrer com o Google Maps e disse que não vai mais oferecer o YouTube como um aplicativo pré-carregado no iOS – algo que era feito desde o lançamento do iPhone.

Segundo a Reuters, a conversa entre Page e Cook, na semana passada, não resultou em um acordo formal, mas os dois executivos concordaram em continuar conversando. Tanto a Apple quanto a Google se recusaram a comentar o assunto com a agência de notícias.

Fonte: Reuters

Cupons de desconto TecMundo: