(Fonte da imagem: Divulgação/Google)

As notícias sobre processos motivados por quebras de patentes não são nada raras. Novas batalhas judiciais são iniciadas a cada dia por causa de tecnologias proprietárias, enquanto o lançamento de novos aparelhos e a inovação como um todo acabam sendo prejudicados por isso. Pelo menos é o que afirma o diretor de políticas públicas do Google, Pablo Chavez.

Durante uma conferência sobre políticas de tecnologia em Aspen, nos Estados Unidos, Chavez afirmou que todas as batalhas judiciais tiram o foco das empresas de seus produtos. Sendo assim, tanto o mercado quanto os consumidores acabam sendo penalizados por isso. Mas se engana quem acredita que o Google é contra a propriedade de certas tecnologias.

O que a empresa defende é a adoção de novas metodologias para lidar com isso, como a diminuição do tempo de vigência de patentes – que hoje é de 20 anos – e multas mais pesadas para os chamados “patente trolls”, empresas menores que processam grandes corporações com o intuito de ganhar mídia. Esse tipo de processo acaba custando alguns milhares de dólares para a companhia acusada e, normalmente, ela acaba vencendo a disputa. Em outros termos, uma verdadeira perda de tempo.

Fonte: VentureBeat

Cupons de desconto TecMundo: