(Fonte da imagem: Divulgação UPSTO)

Uma atualização de registros divulgada pelo Escritório de Patentes e Marcas Registradas dos EUA mostra que a Google e a IBM têm feito muitos negócios no comércio de propriedade intelectual. Segundo o site do UPSTO, 217 patentes foram vendidas pela IBM para fazer parte do repertório da gigante de buscas.

A maior parte delas está relacionada à área da telefonia móvel e outras tecnologias relevantes para a Google na defesa dos sistemas usados no Android. Outras, como algo chamado de “Telefone Computador”, tecnologias de servidores e métodos de redimensionar sites para as telas de smartphones, poderiam ser empregadas pela empresa para proteger técnicas usadas nos bastidores da tecnologia de informação.

Não foram divulgados detalhes sobre o montante financeiro que trocou de mãos nesta transação. Especula-se que esta e outras aquisições de patentes feitas pela Google podem aumentar a liberdade da empresa para criar novas utilidades usando técnicas e ideias antigas, liberando-as para a comunidade open source envolvida com o sistema operacional Android.

Muitos acreditam que um dos principais motivos para a gigante de Mountain View ter comprado a divisão de telefonia móvel da Motorola foi ganhar acesso ao acervo de propriedades intelectuais que era mantido pela empresa, com mais de 17 mil patentes registradas.

Cupons de desconto TecMundo: