Nesta segunda-feira, no Mandalay Bay Resort, a Panasonic realizou a sua conferência para imprensa na CES 2015, visando mostrar quais as direções tecnológicas a companhia está tomando e quais são os planos futuros de investimento.

As filas enormes que se formaram na porta do auditório quase uma hora antes do início da apresentação mostraram que a empresa continua forte em alguns segmentos e tem um público que busca informações e acompanha seus lançamentos.

Sucintamente, a Panasonic não quer perder a característica de ter um amplo portfólio de produtos e abriu sua keynote com um vídeo que deixou bem clara a intenção da companhia em desenvolver equipamentos que sejam úteis para as pessoas tanto em suas casas quanto no trabalho e até dentro do carro. O objetivo dela é deixar a vida de seus clientes mais conectada.

Caindo na estrada

A primeira parte da apresentação da Panasonic ficou por conta de Joseph Taylor, CEO da empresa. O executivo abordou as iniciativas da marca em criar tecnologias para o setor automotivo, comentado a parceria da companhia com grandes fabricantes como Ford e Toyota. Segundo Taylor, a participação da Panasonic nesse nicho vai desde o fornecimento de baterias para veículos híbridos até a disponibilização de recursos que promovam maior comodidade e segurança para o motorista.

Nesse sentido, se destacam o Personal Radio, desenvolvido por sua subsidiária AUPEO, e o eCockpit. O primeiro equipamento consiste em um sistema de áudio capaz de assimilar as preferências do motorista e trazer informações de trânsito e previsões climáticas, além de criar listas de reprodução personalizadas. Por sua vez, o segundo dispositivo é um sistema integrado ao automóvel que oferece informações e mecanismos de assistência de direção em um display interativo e por meio de uma interface que reduz as distrações ao volante.

Mas isso não é tudo. A Panasonic também está envolvida no desenvolvimento da Gogoro, uma SmartScooter. O grande diferencial desse veículo é que ele pode ter suas baterias, que são recarregáveis, trocadas por inteiro e de maneira bastante simples. A moto ainda promete ter manutenção descomplicada, não poluir o ar e ainda oferecer um app com versões para Android e iOS que avisa quando a energia está acabando.

Diversificação de mercados

Em seguida, subiu ao palco Julie Bauer, presidente da divisão de eletrônicos consumíveis da Panasonic. Sua participação no keynote foi para apontar os direcionamentos de investimento da empresa, os quais estão pautados em uma estratégia que adota como pilares os segmentos de beleza, casa, imagem digital, entretenimento e aventura.

Para tanto, a companhia relembrou de alguns lançamentos recentes, incluindo uma câmera específica para capturas em 4K durante a prática de esportes – a HX-A500 –, novos modelos para a linha Lumix (destaque dado para a CM1 que possui 20 MP, processador Snapdragon, 2GB de RAM, tela de 4,7” e Android 4.4) e filmadoras com suporte para gravar em 4K (os modelos VX870 e WX970).

Para a casa, a marca anunciou um sistema para monitoramento que integra câmeras, sensores de movimento, telefones, tomadas e apps para plataformas móveis (tudo isso conectado via WiFi), além de equipamentos para fazer pão, multiprocessadores e um microondas dotado da tecnologia Cyclonic Inverter – a qual faz com que as ondas circulem melhor dentro do aparelho e os alimentos sejam mais bem aquecidos.

Entretenimento garantido

Saindo da cozinha e indo para sala, um dos destaques anunciado pela Panasonic durante sua apresentação na CES 2015 ficou por conta do retorno da fabricação e disponibilização no mercado norte-americano do sistema de controle, reprodução e amplificação de áudio da linha Technics. Os primeiros lançamentos dessa volta serão marcados pelos modelos Premium-Class Technics C700 e Hi-Fi Technics R1.

Outra revelação que chamou bastante atenção foi uma nova TV da marca com resolução 4K Ultra HD. Além da alta definição de imagem, o aparelho conta com uma novidade chamada Wide Color Phosphor que é capaz de expandir a gama de cores sem afetar a percepção de luminosidade.

Após o keynote, pudemos nos aproximar um pouco do televisor TC-50CX600U de 50 polegadas e a qualidade e nitidez das imagens realmente impressionam – provavelmente sendo mais bonitas do que nossos olhos poderiam ver no “mundo real”. A empresa também revelou que já está com um protótipo de Blu-ray player capaz de reproduzir conteúdos com tal resolução.

Por fim, Bauer encerrou sua participação anunciando uma parceria com a Mozilla e que as suas televisões inteligentes da linha Life+ contarão com um sistema baseado no Firefox OS – tendo a missão de bater de frente com o WebOS da LG, embora a executiva não tenha deixado isso explícito.

Dê olho no futuro

Os minutos finais da apresentação da Panasonic ficaram a cargo de Jim Doyle, presidente da companhia. O chefão da empresa comentou que os direcionamentos de inovação da marca marcham para a criação de mecanismos que ofereçam experiências ainda mais interativas e conectadas.

Uma das tecnologias citadas foi uma espécie de display transparente como o vidro que poderia ser usado em escritórios, museus e até em banheiros para promover maneiras de as pessoas usufruírem dos mais diferentes tipos de conteúdos, desde a apresentação de gráficos a informações sobre uma obra de arte e reprodução de programações de TV. Atualmente, a empresa possui um protótipo desse equipamento.

Quem achou que a Panasonic estaria satisfeita com a resolução 4K Ultra HD se enganou. Doyle revelou que a companhia já trabalha na composição do 8K Ultra HD. No tocante a sustentabilidade, o presidente da empresa anunciou que ela manterá seus esforços e investimento em painéis solares e mais projetos como uma recente comunidade estabelecida no Japão onde praticamente toda a energia consumida vem de tecnologias alternativas – reduzindo o consumo de água em 30% e a emissão de CO2 em 70%.

Cupons de desconto TecMundo: