Smartphones da Panasonic não ficarão mais restritos ao Japão em 2012

1 min de leitura
Imagem de: Smartphones da Panasonic não ficarão mais restritos ao Japão em 2012
Avatar do autor

Modelo que roda Android deve ser o primeiro a ser vendido fora do Japão (Fonte da imagem: SlashGear)

Reuters - A Panasonic lançará um smartphone na Europa no próximo ano, sendo assim a última das fabricantes japonesas a entrar no competitivo mercado dominado por Samsung Electronics e Apple.

A decisão vem à tona seis anos depois de a Panasonic ter deixado de vender telefones fora do Japão e parece contradizer a estratégia da companhia de mudar o foco em produtos eletrônicos para tecnologias ambiental e energética.

A fabricante lançará um modelo com Android na Europa em março e depois incluirá Estados Unidos e Ásia, com previsão de vender 15 milhões de unidades no ano até março de 2016, 9 milhões deles no exterior, disse a companhia nesta sexta-feira.

"É difícil imaginar que aumentará o lucro fabricando telefones", disse o presidente da Fukoku Capital Management, Yuuki Sakurai. "No ponto de vista dos investidores, parece que está procurando alguma coisa para fazer depois de ter derrapado com os televisores. Não é muito atraente".

Em outubro a Panasonic anunciou que estava fechando a deficitária divisão de TV e anunciou que poderia ter o maior prejuízo líquido da década no ano até março de 2012, já que o preço das televisões afundou e custos de reestruturação dispararam.

Mesmo depois desta expansão com o smartphone, os telefones celulares contribuirão pouco na receita total da Panasonic. A companhia visa a uma pequena porcentagem do mercado que a consultoria IDC prevê que crescerá 55 por cento, de 472 milhões de unidades neste ano para 982 milhões em 2015.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Smartphones da Panasonic não ficarão mais restritos ao Japão em 2012