(Fonte da imagem: Divulgação/Opera)

Responsável pelo navegador de mesmo nome, a companhia Opera dispensou 91 funcionários de seu quadro de empregados recentemente, o que equivale a 10% da força de trabalho total da empresa na atualidade.

Grande parte dos funcionários demitidos trabalhava na área de desenvolvimento de software – e a dispensa ocorreu a partir do momento em que os serviços deles não eram mais requisitados, já que a empresa adotou a engine open-source Webkit, que exige menos esforços e uma equipe bastante reduzida.

A reestruturação da companhia custou cerca de US$ 7,8 milhões e ainda está em andamento – mas a empresa pagou o que devia aos demitidos e até ajudou cada um a encontrar novos empregos na indústria. Outros engenheiros que trabalhavam com a engine anterior, a Presto, foram transferidos para outros setores.

Cupons de desconto TecMundo: