Pouco mais de duas semanas após a liberação do Cyanogen 12 para os aparelhos OnePlus One, a fabricante de smartphones anunciou que não vai mais prolongar a parceria entre as duas partes. Com isso, os desenvolvedores do Cyanogen terão que encontrar um novo aparelho para fazer a distribuição oficial de seu sistema operacional — que ainda pode ser instalado como ROM customizado em outros dispositivos.

Não se sabe exatamente quando começaram as separações, mas a grande probabilidade está no desenvolvimento do Oxygen OS — um sistema operacional criado pela própria OnePlus para os seus aparelhos. Vale lembrar que a OnePlus deve lançar um novo aparelho neste ano e os rumores mais contundentes apontam para a utilização do Oxygen como sistema operacional nativo.

Apesar de a separação parecer amigável, o CEO da Cyanogen revelou para o PC World que não acredita que o OnePlus One teria feito algum sucesso sozinho. Ou seja, o executivo deixa claro sua opinião acerca do sistema operacional ter sido o motivo da adesão dos consumidores. Ainda não se sabe quais serão os próximos aparelhos a chegarem ao mercado com o Cyanogen OS, mas é bem provável que isso aconteça por meio de parcerias da Cyanogen com fabricantes chinesas.

Cupons de desconto TecMundo: