Operadora de cartões de crédito oficial das Olimpíadas do Rio de Janeiro 2016, a Visa desenvolveu um novo método destinado a facilitar o pagamento de contas. Pensando na segurança de seus consumidores, a companhia criou um anel que serve como substituto para os cartões tradicionais.

Sem um nome específico, o novo dispositivo vestível possui um chip em seu interior e uma antena, adotando um acabamento simples em cerâmica. Apesar de a companhia não oferecer unidades personalizadas, ela apostou em 20 tamanhos diferentes durante a fase de testes em que parceiros e empregados podem testar a solução — entre eles, estão atletas como a nadadora Missy Franklin e o esgrimista Ibtihaj Muhammad.

A decisão por um anel surgiu graças à inconveniência trazida por carteiras e wearables convencionais em um ambiente no qual atletas mudam de roupa constantemente. O produto foi desenvolvido de forma a resistir a profundidades de até 50 metros e a nunca precisar de nenhuma recarga, usando como fonte de energia os terminais de pagamento.

Dispositivo vai ser usado por atletas parceiros da empresa

Caso você perca o gadget, ele pode ser desativado através de um smartphone e um cartão convencional complementar assegura a possibilidade de fazer pagamentos quando um sistema sem contato não está disponível. Para completar, o sistema não armazena nenhuma informação pessoal do usuário, o que significa que elas não podem ser obtidas por ladrões.

Atualmente, o produto está em fase de testes e não deve ser disponibilizado para o grande público presente nas Olimpíadas. A Visa quer encorajar os atletas escolhidos a tentar usar o dispositivo em diferentes posições de forma a determinar qual a melhor maneira de fazer pagamentos, processo que ainda está propenso a erros de leitura.

Cupons de desconto TecMundo: