A tecnologia OLED mora na imaginação de designers, engenheiros e consumidores, uma vez que promete cores e contrastes muito além dos obtidos com as telas de plasma ou LCD que atualmente dominam o mercado. Os fabricantes sabem disso, e a próxima IFA – maior feira de eletrônicos de consumo do mundo – em Berlin deve ser o cenário do lançamento de vários equipamentos utilizando os LEDs orgânicos.

A tendência pela substituição de telas de cristal líquido e plasma pelos monitores OLED deve-se à extrema qualidade da imagem oferecida por estes últimos, aliada principalmente à economia de energia e maior durabilidade dos LEDs orgânicos.

Até o momento, a Sony já colocou à venda um modelo de 14” com tela OLED, e a LG tem entre seus produtos uma TV de 15”. A coreana Samsung, maior fabricante comercial de telas OLED, paradoxalmente não lançou nenhum aparelho dotado da tecnologia.

Protótipo de televisão OLED de 31

Fonte: OLED-info

Caso os rumores do lançamento – pela Samsung – de um televisor medindo 31” na próxima IFA se concretizem, este será o maior monitor OLED comercial a ser colocado à venda até então.

Porém, a fabricante coreana não se limita apenas a sugerir tamanhos para as TVs OLED. Devido às características – contraste, taxa de atualização da imagem e gamut de cores – da tecnologia, a Samsung defende também a utilização dos LEDs orgânicos para a criação de telas com capacidade 3D, já que essas especificações permitem muito mais qualidade de imagem também na terceira dimensão.

Cupons de desconto TecMundo: