Novas TVs da Samsung têm a tecnologia que teria sido roubada (Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

Em abril de 2012, onze pessoas haviam sido presas pela polícia da Coreia do Sul. De acordo com o processo, todas foram acusadas de vender ilegalmente as tecnologias OLED da Samsung, fazendo isso para beneficiar outra grande companhia do país – teoricamente, a LG. Contudo, após alguns meses de investigações, a justiça do país resolveu reavivar o caso, apontando os réus de outro crime: roubo.

Com isso, a LG aproveitou para se manifestar e confirmou que seis dos onze suspeitos são empregados da companhia, destacando, também, que a empresa não teria nada a ver com os atos cometidos pelos funcionários. Vale ressaltar que outros três criminosos eram colaboradores da Samsung Display, responsável por fabricar as telas dos aparelhos da Samsung.

Por fim, a própria Samsung também resolveu se pronunciar. Em sua nota, a companhia mostrou claramente que não acredita na declaração de inocência da sua principal concorrente local. Segundo o porta-voz da Samsung, a LG teria sistematicamente roubado as tecnologias de exibição dos seus displays OLED.

Fonte: Associated Press e The Verge

Cupons de desconto TecMundo: