A situação da companhia de telecomunicação Oi é bem complicada. No ano passado, ela solicitou uma recuperação judicial no valor de R$ 65 bilhões, um recorde no mercado brasileiro, para evitar a falência imediata. Logo em seguida, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Gilberto Kassab, pediu o fim desse processo de recuperação. Agora, Kassab declarou que o governo publicará nos próximos dias uma medida provisória para intervir em empresas que prestam serviço público por meio de concessão, autorização e até permissão — e a Oi é um dos principais alvos.

A Oi também deve R$ 20 bilhões para a Anatel

"O governo precisa publicar a MP, até porque tenho dito desde o primeiro momento que o governo se prepara para fazer uma intervenção (na Oi)", declarou Kassab logo após reunião com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, de acordo com o G1. "O governo não quer uma intervenção e torce para que haja uma solução de mercado (na Oi). Temos tido uma postura muito cooperativa, mas o governo não pode pôr recursos... por convicção e porque não tem".

Apesar de a MP estar próxima, Kassab afirma que, no caso da Oi, não há prazo para que a intervenção realmente aconteça e que seria uma "temeridade" afirmar isso.  "Não temos prazo. A Oi está tentando uma solução para sua crise, uma crise grande e todos nós estamos torcendo para que essa solução aconteça. Assim que ficar claro que não foi feliz a recuperação judicial, não foi finalizada, o governo compulsoriamente vai precisar intervir".

Vale lembrar que a Oi também deve cerca de R$ 20,2 bilhões para a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Para saber mais notícias sobre o caso, acompanhe esta página.

Cupons de desconto TecMundo: