Já faz um bom tempo que o Facebook comprou a Oculus, mas até agora não temos um preço definitivo para o tão prometido óculos de realidade virtual Rift — mas é esperado que ele chegue por quase 300 dólares .

Entretanto, para compensar a espera, a fabricante já soltou algumas informações para os consumidores que estão interessados no produto e já querem preparar o bolso para investir nele.

Como você já deve imaginar, esta tecnologia, que promete um novo nível de qualidade nos games, exige uma máquina realmente poderosa para dar o suporte necessário, o que levou a Oculus a firmar algumas parcerias para facilitar a vida dos jogadores.

Hoje, ela anunciou que tem parcerias com empresas como ASUS, Dell, Alienware, NVIDIA e Intel. Essas marcas vão oferecer computadores que trazem configurações robustas, que incluem desde placas como a NVIDIA GeForce GTX 970, processadores como o Intel Core i5-4590 e 8 GB de memória RAM, até componentes mais poderosos.

O vice-presidente da Oculus, Nate Mitchell, revelou que as máquinas mais básicas devem custar um pouco menos de US$ 1.000 (o que, na conversão do dólar de hoje, daria uns 57 mil reais quase 4 mil reais). Obviamente, as fabricantes parceiras vão ter outros modelos para vender, com as placas tops da NVIDIA e AMD, bem como chips mais recentes da Intel.

O grande desafio vai ser convencer os jogadores de que vale tal investimento, já que a Sony tem em mãos um produto concorrente de peso, que exige apenas um PlayStation 4, aparelho que custa cerca de 400 dólares. Vale notar ainda que a Sony já vendeu mais de 25 milhões do seu mais recente console, portanto ela tem grande vantagem.

Via Baixaki Jogos

Cupons de desconto TecMundo: