Sempre que algum dispositivo popular é lançado, o pessoal do iFixit não demora a desmontar o pobre aparelho e faz dele um bocado de pedaços, separando as principais partes do corpo para você ver tudo por dentro. Em 2013, eles fizeram a desmontagem do primeiro Oculus Rift e, agora, a segunda geração aparelho caiu nas mãos dos destruidores de dispositivos eletrônicos. A nota de reparabilidade foi 9, de um máximo de 10.

Como você pode conferir no vídeo, eles compararam algumas características dos dois aparelhos e chegaram à conclusão de que a segunda geração trouxe alguns gramas a mais para o dispositivo, apesar de ele ter diminuído em volume e tamanho de 2013 para cá.

É interessante notar ainda que vários componentes do hardware do novo Oculus foram atualizados, inclusive a tela, que a agora é um display de 5 polegadas. Na verdade, esse display é o mesmo painel frontal do phablet Samsung Galaxy Note 3. A empresa até mesmo deixou a tampa frontal da tela com o vidro, a camada sensível ao toque e tudo mais. Não se sabe até aqui se a empresa comprou telas de Note 3 para fazer o produto ou andou desmontando os smartphones para fazer essas primeiras unidades de desenvolvedor.

Há ainda uma série de melhoras nos cabos e foi incluindo um sistema de rastreamento de movimentos externo, com LEDs que acendem para o lado de fora. Com isso, uma câmera pode ser conectada ao seu PC para que ela identifique os movimentos que você faz enquanto usa o Oculus Rift.

Ainda não há uma versão comercial dessa segunda geração do aparelho, mas ela não deve demorar a chegar ao mercado, tendo em vista que já existe a versão para desenvolvedores.

Cupons de desconto TecMundo: