Embora seja difícil encontrar um ambiente de realidade virtual tão perfeito como os holodecks da série Jornada das Estrelas, alguns cientistas do Max-Planck-Institut podem ter encontrado um meio de importar para a vida atual o que antes víamos como ficção científica. Com um Oculus Rift wireless, uma sala com várias câmeras e alguns algoritmos, os pesquisadores agora contam com uma interessante possibilidade para criar ambientes virtuais cada vez mais imersivos.

Mas como funcionaria isso? Por meio de um sistema completo de câmeras com infravermelho, uma pessoa pode andar dentro de um local com um Oculus Rift e ver exatamente a posição que ela estaria dentro de um ambiente simulado. Para complementar, objetos reais são inseridos para garantir uma experiência muito mais próxima da real.

Em um dos testes, os cientistas simularam o interior de um avião com passageiros e poltronas. A pessoa caminha pela sala e pode ver sua movimentação como se estivesse no ambiente virtual. Todo o processo é explicado e demonstrado em vídeo pelo canal Computerphile, que você confere logo abaixo em inglês.

Que tal entrar no interior de um castelo medieval ou mesmo colocar os pés em um planeta novo e desconhecido?

Cupons de desconto TecMundo: