Parece que os chineses não se controlam mesmo quando o assunto é “revenda”. Agora, a Oculus VR suspendeu as vendas do Oculus Rift na China porque as pessoas estariam comprando o acessório em enormes remessas para motivos de revenda.

A empresa recentemente despachou a última versão do Dev Kit (DK2) dos óculos de realidade virtual a desenvolvedores do mundo todo, incluindo os que estão na China. As revendas, portanto, estariam prejudicando o acesso desses profissionais ao acessório e, portanto, ferindo a indústria.

Essa última versão ainda é um protótipo e não representa o produto final aos consumidores. Trata-se de uma versão designada para os desenvolvedores (é como se fosse um “Beta” do acessório final), de forma que eles possam utilizar os óculos para adiantarem projetos.

As vendas na China foram massivas, e isso teria assustado a Oculus VR, que suspendeu as vendas por lá. “Sim, é um incômodo o fato de precisarmos suspender as vendas na China devido a massivas compras de revendedores. Precisamos nos certificar de que fazemos o que é possível para assegurar estoques a desenvolvedores legítimos. (...) Nosso produto, em sua atual forma, é um kit para esses profissionais, para que eles elaborem conteúdo ao acessório”, declarou um representante da empresa no Reddit.

O DK2 do Oculus Rift custa US$ 350 e pode ser encomendado diretamente do site da Oculus VR. As próximas remessas estão previstas para setembro.

Cupons de desconto TecMundo: