(Fonte da imagem: Reprodução/Oculus VR)

Durante a conferência Gaming Insiders Summit, que está sendo realizada em São Francisco, nos EUA, Brendan Iribe, CEO da Oculus VR, revelou algumas novidades sobre os óculos de realidade virtual Oculus Rift que sua empresa está desenvolvendo.

Em entrevista para o site Polygon, o executivo comentou que um dos maiores esforços da companhia é reduzir a incidência das sensações de mal-estar após períodos mais prolongados de jogatina com o dispositivo.

De acordo com o próprio Iribe, toda vez que jogava com o Oculus Rift, ele sentia desconfortos físicos — provavelmente dor de cabeça e visão deturpada. Contudo, os testes mais recentes com um novo protótipo do equipamento garantiram pelo menos 45 minutos de jogatina sem qualquer incômodo.

Para o CEO da Oculus VR, eles chegaram, ou estão muito próximos, de alcançar um patamar que o Oculus Rift não cause nenhum sintoma inconveniente. Ele ainda citou que esse tipo de problema também foi encontrado por outras tecnologias, como a aplicação do 3D para cinemas.

Em uma segunda oportunidade, Brendan Iribe também revelou que eles já iniciaram os trabalhos para implementação do suporte para conteúdos com resolução 4K, embora tal recurso esteja planejado apenas para um segundo modelo do dispositivo. O Oculus Rift ainda não possui data oficial de lançamento, mas a expectativa da companhia é lançá-lo em 2014.

Cupons de desconto TecMundo: