A empresa irlandesa Artomatix foi a grande vencedora do Early Stage Challenge, evento parte do NVIDIA Emerging Companies Summit Wednesday realizado durante a GTC 2015. Pelo seu trabalho, a companhia que tem apenas um ano de vida receberá US$ 100 mil.

Sediada em um antiga fábrica da cervejaria Guinness, a Artomatix vem utilizando o aprendizado de máquinas (deep learning) para reproduzir obras de arte, um processo que geralmente requer artistas treinados. A ideia é que as máquinas façam todo o trabalho, não só reproduzindo conteúdo, mas aprendendo estilos e criando novas formas a partir deles.

“Esta é uma área emergente e que estamos chamando de ‘criatividade de máquinas’”, explicou Eric Risser, CEO da Artomatix. Na edição deste ano, doze empresas concorriam ao prêmio, entre elas a brasileira GeekSys, cujo trabalho visa trazer mais inteligência para lojas físicas por meio da análise de imagens.

O TecMundo viajou a San Jose, na Califórnia, a convite da NVIDIA.

Cupons de desconto TecMundo: