Como sempre acontece nos dias que antecipam um grande lançamento, muitos boatos são espalhados nos principais sites internacionais. Todavia, como saber quais deles são verdadeiros?

Fato é que, até agora, não havia resultados oficiais quanto à performance das novas placas da NVIDIA. Assim, temos o prazer de apresentar para vocês, em primeira mão, os primeiros comparativos das placas GTX 970 e GTX 980 com relação às suas antecessoras.

O overclocker Ronaldo “rbuass” Buassali, do Team Corsair, experiente profissional do segmento, realizou os testes com os novos lançamentos e os comparou com a mais poderosa das placas da geração anterior: a GTX 780Ti.

Para não haver nenhuma dúvida, foi escolhido um modelo especial para o comparativo. O profissional optou pela Galaxy GTX 780Ti HOF V20, de intenso poder gráfico, a qual é privilegiada por um sistema de refrigeração especial adaptado pelo autor dos testes.

Foram também consideradas e ajustadas as frequências de operação, pois a nova GTX 980 opera com clock de 1.127 MHz, enquanto a GTX 780Ti funciona na frequência de 1.085 MHz — isso com boost (implemento natural de frequência promovido pela NVIDIA).

Assim, para poder avaliar a performance de forma mais justa, foram realizadas duas baterias de testes: uma com os clocks padrões (acima especificados) e outra em que a GTX 780 Ti recebeu um pequeno overclock para verificar como ela trabalha na mesma frequência de operação em que a GTX 980.

Ronaldo explica que, para um comparativo completo, seriam necessários inúmeros testes em games e benchmarks. Isso ocorre porque os resultados podem ser afetados por muitas variáveis, entre elas a resolução, otimização do game/benchmark para determinada fabricante, sistema utilizado e, claro, o fato de que cada jogo possui características diferentes. Mais detalhes podem ser vistos neste vídeo:

Entretanto, como a intenção é mostrar um comparativo claro, e não fazer uma bateria infindável de gráficos comparativos, foram escolhidos dois benchmarks e dois games muito utilizados:

Os testes de benchmark são importantes, pois eles simulam características de vários jogos e requerem condições intensas da placa gráfica. Os games escolhidos, por outro lado, representam o “mundo real” e podem dar um parecer mais palpável com respeito ao desempenho dos produtos.

Obviamente o número de amostras não é suficiente para determinar resultados e porcentagens, pois, conforme explicado, essas podem variar muito. Contudo, ressaltamos que eles fornecem excelentes parâmetros comparativos para uma análise inicial.

Ainda há outras coisas envolvidas, como os novos drivers, ainda imaturos, que podem limitar o desempenho.  De qualquer forma, os resultados obtidos mostraram melhoras significativas. Abaixo, disponibilizamos as informações sobre a máquina utilizada e os gráficos dos testes.

Configurações de hardware

  • Placa-mãe: ASUS X99 Rampage V
  • Processador: Intel Core i7-5960X
  • Memória RAM: 32 GB Corsair Dominator Platinum 2.666 MHz C15
  • Fonte: Corsair AX1500i
  • Armazenamento: SSD Corsair 256 GB
  • Placas de vídeo: Galax GTX 980, Galax GTX 970 EXOC e Galaxy GTX 780Ti HOF V20
  • Resolução da tela: 1920x1080 pixels (Full HD)

Gráficos de desempenho

Acreditamos que as informações tenham mostrado uma boa evolução dos chips GM204 Maxell (GTX 970 e GTX 980) em relação aos GK110 Kepler (GTX 780Ti). Conforme o autor, mais detalhes e informações ficam para um próximo artigo, com dados sobre consumo, temperatura de operação e, claro, mais detalhamento sobre todas as características da placa.

É importante comentar ainda que, uma vez que este não foi um review completo, mas apenas um comparativo em relação aos novos chips, não foi testada a capacidade de overclocking nas placas, algo que deve ser apresentado em um próximo artigo

O que você achou dos resultados iniciais das novas placas? Vale o investimento na nova geração?

Texto por Ronaldo Buassali.

Cupons de desconto TecMundo: