(Fonte da imagem: Reprodução/Fórum Notebook Review)

Recentemente, a NVIDIA lançou dois novos chips gráficos (GTX 750 e GTX 750 Ti com litografia de 28 nm) que prometem poder estonteante e gerenciamento de energia eficiente.

Agora, a fabricante pretende lançar GPUs com a mesma tecnologia para notebooks. O pessoal do fórum Notebook Review publicou as especificações da unidade gráfica GTX 860M e também algumas imagens que mostram resultados de benchmarks.

Antes de entrarmos em detalhe sobre o desempenho do novo chip e as comparações com demais modelos, vale conferir as especificações mais importantes.

Especificações

  • Chip gráfico: NVIDIA GeForce GTX 860M
  • Arquitetura: Maxwell
  • Litografia: 28 nm
  • Núcleos CUDA: 640
  • Frequência da GPU: 540 MHz (pode estar incorreto)
  • Frequência Boost: não informado
  • Memória: 2.048 MB
  • Tipo da memória: GDDR5
  • Interface da memória: 128-bit
  • Frequência da memória: 1.253 MHz
  • Largura de banda da memória: 80,2 GB/
  • TDP: 45 W
  • Tecnologias: DirectX 11, Shader Model 5.0, DirectCompute 5.0, PhysX, OpenCL e CUDA

(Fonte da imagem: Reprodução/Fórum Notebook Review)

Resultados de benchmark

Para ter uma noção de desempenho, o pessoal que obteve um protótipo da GTX 860M rodou alguns testes com o 3DMark 11 no modo normal e extreme. Em ambos os casos, o produto obteve resultados muito acima do esperado.

Resultados do chip gráfico GTX 860M (Fonte da imagem: Reprodução/Fórum Notebook Review)

É curioso que mesmo tendo apenas 640 núcleos CUDA, o que teoricamente o coloca abaixo do GTX 760M (que tem 768 núcleos), o chip GTX 860M consegue superar facilmente o componente da atual geração e obter pontuações muito próximas — e até superiores — às da unidade gráfica GTX 770M.

Resultados do chip gráfico GTX 770M (Fonte da imagem: Reprodução/Fórum Notebook Review)

Vale notar que esses resultados são ainda mais impressionantes se pensarmos que o TDP é bem inferior àquele que vemos nos atuais componentes para notebooks. Quem provavelmente tem um grande problema para resolver agora é a AMD que não ainda não tem um chip tão rápido e que economize tanta energia.

Resultados do chip gráfico GTX 660M (Fonte da imagem: Reprodução/Fórum Notebook Review)

Por ora, não há detalhes sobre a possibilidade de rodar esse chip gráfico com outro idêntico em configuração SLI. Todavia, se isso for possível, pode ser que os próximos notebooks com NVIDIA poderão economizar muita energia e apresentar excelente desempenho nos games mais recentes.

Migrando para celulares

O site ExtremeTech nota que esse salto em desempenho aliado ao baixo consumo energético pode ser apenas o pontapé inicial para a NVIDIA trazer gráficos soberbos em plataformas móveis como smartphones e tablets (algo que ela já vem fazendo muito bem com a linha Tegra).

A aposta agora é de que a fabricante irá embutir um chip gráfico com arquitetura Maxwell em sua próxima unidade de processamento Tegra K1 que será fabricada com litografia de 20 nm. Esses componentes devem aparecer no mercado nos próximos 10 ou 12 meses.

Até agora, a NVIDIA não deu detalhes oficiais sobre o lançamento do chip gráfico GTX 860M, tampouco revelou quais empresas parceiras utilizarão o componente em seus notebooks. De qualquer forma, a notícia é animadora para o consumidor que pretende apostar em um computador portátil que una alto desempenho, eficiência energética e preço moderado.

Cupons de desconto TecMundo: