G-Sync estará presente em monitores lançados em 2014. (Fonte da imagem: Divulgação/NVIDIA)

Em um evento realizado na cidade de Montreal, no Canadá, a NVIDIA revelou na manhã de hoje (18) uma série de novidades para o público gamer. Uma delas, talvez a mais importante entre os lançamentos, é a tecnologia G-Sync, que permite reduzir lags e screen tearings mesmo em taxas de resolução mais baixas.

A nova tecnologia será embarcada nos novos monitores de empresas como ASUS, BenQ, Philips e ViewSonic e, segundo Jen-Hsun Huang, CEO da empresa, não tornará os produtos mais caros. “Na verdade, os novos monitores serão exatamente como os atuais, mas contarão com uma placa interna que permitirá à GPU “conversar” melhor com o monitor. 

Entenda o que acontece

Não é tão simples apresentar por meio de imagens ou mesmo vídeo os detalhes de qualidade de imagem proporcionados pelo G-Sync. A captura de tela direto do PC seria a melhor maneira de transmitir essa diferença para o leitor, mas durante o evento esse recurso não estava disponível. 

Na prática temos o seguinte cenário: a taxa de frames dos monitores não é a mesma das GPUs, pois geralmente são fixas (por exemplo, 60 Hz). Embora ambos “conversem”, a frequência dinâmica gerada pelos games acaba resultando em pequenos desencontros entre o que é produzido pela GPU e o que é exibido pelo monitor.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Conforme a GPU busca sincronizar com o monitor, rupturas persistentes ocorrem. Ativar o V-SYNC (ou Vertical-SYNC) elimina a ruptura, mas aumenta a latência e as interrupções, já que a GPU e o refresh do monitor estão em taxas diferentes.

O que o G-Sync faz é eliminar por completo o problema, fazendo com que mesmo em taxas mais baixas, a qualidade de imagem que você vê nos jogos seja mantida, pois ambos, GPU e monitor, estão operando em taxas similares.

“Os enormes ganhos no poder de renderização proporcionados pela GPU na última década permitiram aos desenvolvedores e artistas criarem mundos e cenas 3D cada vez mais complexas. Mas até mesmo no PC mais avançado, a ilusão de realidade é prejudicada por rupturas e interrupções. O G-SYNC da NVIDIA resolve esse problema antigo com elegância”, afirma Tim Sweeney, fundador da Epic Games. 

O recurso G-Sync deverá ser disponibilizado em equipamentos lançados a partir de 2014 e por enquanto quatro empresas já confirmaram interesse em incluí-lo em seus produtos: ASUS, BenQ, Philips e ViewSonic.

O Tecmundo viajou a Montreal, no Canadá, para o NVIDIA Editor`s Day a convite da NVIDIA.

Cupons de desconto TecMundo: