Atual geração Tegra não teve tanto sucesso quanto os Snapdragon. (Fonte da imagem: Divulgação/NVIDIA)

Mudar para o sistema de arquitetura 64-bits foi um movimento da Apple que, até hoje, não pôde ser explicado por ninguém de forma realmente convincente. Isso porque, fora deixar o sistema rodando com mais folga, o novo formato não é ainda uma demanda de ferramentas e apps superavançados para o mundo mobile. Mesmo assim, algumas outras fabricantes já pensam em seguir os mesmos passos da Maçã, como é o caso da NVIDIA, que pode ser a primeira a entrar no jogo do 64-bits em aparelhos Android.

Essa previsão é baseada em anúncios preliminares da NVIDIA, que já tinham revelado o interesse da companhia em fabricar chips mobile em 64-bits nos idos de 2010 ou início de 2011. Para tal, a empresa licenciou o ARMv8 e está trabalhando no chamado “Projeto Denver”. Esse projeto deve ficar pronto por volta de 2014, mas, antes dele chegar o mercado, o Tegra 5 ainda deve fazer sua entrada no mundo dos smartphones e tablets.

Planos mais avançados?

Com esses planos, parece que a NVIDIA está com os trabalhos mais avançados que a concorrência, falando aqui mais especificamente da Qualcomm, que praticamente dominou o mercado neste ano com seus Snapdragon 600 e 800.

Na verdade, esses planos supostamente avançados da NVIDIA estão sendo encarados como uma forma de colocar a companhia em um patamar maior em relação às demais, saindo na frente na corrida 64-bits para Android. Ainda assim, não é possível dizer que a Qualcomm ou mesmo a Samsung também não tenham projetos minimamente esboçados para bater de frente com a NVIDIA e colocar a fabricante novamente em segundo plano.

Originalmente, o Projeto Denver estaria com lançamento programado apenas para 2015, mas com o anúncio do Apple A7, é possível que as coisas tenham sido aceleradas nos laboratórios da NVIDIA. Mesmo com isso, é necessário esperar para ver quem realmente vai sair na frente nessa corrida.

Cupons de desconto TecMundo: