(Fonte da imagem: Divulgação/Steam)

Em uma reunião neste final de semana envolvendo Brian Burke, da NVIDIA, e Mike Sartaina, da Valve Linux, os representantes das duas companhias revelaram novos detalhes da Steam Machine bem como informações relativas ao trabalho que vem sendo desempenhado nos bastidores.

“A NVIDIA tem trabalhado pesado para otimizar a sua série GTX de GPU para máquinas Linux”, explica Sartaina. “Esse trabalho se aplica em todos os modelos já lançados, o que pode resultar em uma linha de GPU voltada especificamente para os protótipos”, completa.

Todos os protótipos começam a ser entregues no final de outubro e haverá variações em toda a linha, incluindo a GTX780, a GTX760, a GTX660 e a GTX Titan. A ideia é testar o nível de precisão dos gráficos em vários ambientes, de forma a entregar a melhor experiência possível para o jogador quando ele estiver diante de uma tela maior de TV.

“A série GeForce GTX entrega a performance gráfica, as características acústicas e a eficiência energética que nós esperamos para as primeiras impressões do Steam OS”, afirma Sartaina. NVIDIA e Valve já trabalharam em conjunto em vários projetos nos últimos 10 anos, de forma que não será uma surpresa se a AMD ficar de fora dessa iniciativa.

Cupons de desconto TecMundo: