(Fonte da imagem: Divulgação/NVIDIA)

A NVIDIA confirmou nesta terça-feira (26) o lançamento da GPU GeForce GTX 650 Ti Boost, a mais nova placa de vídeo intermediária da empresa. O modelo promete um desempenho médio até 30% maior do que o da GeForce GTX 650 Ti, competindo diretamente no mercado com a AMD Radeon HD 7850.

O preço é outro atrativo, pelo menos no exterior. A expectativa é que nos Estados Unidos ela entre na faixa de preço de US$ 149 (o equivalente a R$ 300, sem impostos). Entretanto, no Brasil ela deve custar um pouco mais caro. Embora a NVIDIA não tenha confirmado o seu preço, uma de suas parceiras, a Zotac, confirmou o lançamento do modelo no Brasil em abril por R$ 759.

De acordo com a empresa, a proposta é que a nova GPU permita uma experiência aprimorada com o DirectX 11, executando jogos em 1080p sem prejudicar a qualidade dos gráficos, mantendo a taxa média de FPS com facilidade acima de 40 FPS.

Por dentro da GeForce GTX 650 Ti Boost

(Fonte da imagem: Divulgação/NVIDIA)

A placa GeForce GTX 650 Ti Boost terá 768 núcleos CUDA rodando a 980 MHz, além de 2 GB de memória GDDR5 com frequência de 6.008 GHz. Já no modo Boost, a GPU atinge 1.033 MHz e versões com overclock ainda a serem lançadas podem até mesmo ultrapassar a marca de 1,1 GHz.

A GeForce GTX 650 Ti Boost já está na redação do Tecmundo. Fique ligado que, em breve, publicaremos uma análise completa da mais nova placa da NVIDIA.

Cupons de desconto TecMundo: