Testamos a GeForce GTX Titan [vídeo]A poderosa GeForce GTX Titan (Fonte da imagem: Tecmundo)

De acordo com alguns rumores trazidos na semana passada pelo site especializado Tom’s Hardware, a NVIDIA pode estar trabalhando na expansão de sua linha de placas de vídeo para uso profissional. A nova GPU utilizaria a mesma arquitetura de outros produtos famosos, a GK110.

Entre os destaques que se aproveitam da tecnologia estão “brinquedos” poderosos, como a Tesla K20, a Tesla K20X e também a novíssima GeForce GTX Titan (analisada aqui no Tecmundo). O nome especulado para a nova placa é Quadro K6000, o que indica que ela seria um upgrade da já caríssima Quadro 6000. E, como dito logo acima, ela deve ser poderosa.

Segundo o rumor, ela utilizará 13 das 15 unidades SMX disponibilizadas pela arquitetura GK110. Vale lembrar que a GeForce GTX Titan utiliza 14, ou seja, ainda não será dessa vez que veremos um produto explorando a máxima capacidade do recurso.

Ela também conta com 208 TMUs e 40 ROPs e o seu funcionamento é baseado em uma interface de memória de 320-bits. Tudo isso teria o auxílio de nada menos do que 5 gigabytes de memória RAM GDDR5.

Preço salgado

Se você achou que a Titan era cara, é porque a Quadro K6000 ainda não chegou ao mercado. O boato não traz nenhuma data de lançamento sobre a placa, mas especula que o seu preço deve ficar entre os US$ 2.500 e US$ 4 mil.

Gamers também ganham novas opções

Além dos profissionais da área de vídeo, edição e criação de modelos em 3D, quem também pode ficar feliz da vida com os novos lançamentos da NVIDIA são os jogadores. De acordo com o SweClockers, uma nova GTX 780 também pode chegar em breve. E o melhor: ela também deve utilizar a arquitetura GK110.

Testamos a GeForce GTX Titan [vídeo]Titan deve ganhar algumas "irmãs" (Fonte da imagem: Tecmundo)

Segundo os rumores, ela deve ser um pouco menos poderosa do que a GeForce GTX Titan, mas teria potência suficiente para atropelar qualquer concorrente. Assim, espera-se que ela conte com 2.496 CUDA cores, memória de 320-bits e (pelo menos) 5 gigabytes de memória RAM GDDR5.

As especificações, um pouco inferiores se comparadas com a Titan, mostram também que a NVIDIA quer atingir um público que deseja gastar um pouco menos. Não que isso também signifique que ela será barata, pois, se a GeForce GTX Titan sai por 1 mil dólares, esse modelo um pouco inferior deve chegar às prateleiras custando cerca de 800 dólares. 

Mais informações sobre os novos lançamentos devem aparecer durante a GPU Technology Conference 2013, que acontece essa semana, em San Jose, nos Estados Unidos – e o Tecmundo está lá para cobrir tudo sobre o evento.

Cupons de desconto TecMundo: