Ainda que a existência da microarquitetura Pascal já seja conhecida há um bom tempo, a NVIDIA continua a adotar uma postura bastante reservada na hora de divulgar informações a respeito da sua nova linha de GPUs. Com o hype em torno das novas e possivelmente superpoderosas placas de vídeo crescendo entre os aficionados, é claro que não demorou para que vazamentos começassem a pipocar na web. Agora, uma nova imagem pode ter revelado especificações importantes dessas peças.

Uma postagem feita no site de hospedagem Imgur na última quarta-feira (16) apresentou uma tabela que, supostamente, traz dados de algumas das novas VGAs da fabricante, como X80, X80Ti e X80 Titan. Apesar de afirmar que o material provavelmente não passa de uma série de especulações com base em pequenas migalhas de informações, a equipe do portal VideoCardz analisou o conteúdo para tentar apurar o que faz sentido no meio de tudo isso.

Supostas especificações dos novos modelos de VGA

A ideia de uma nova família com o codinome GeForce X, por exemplo, parece fazer bastante sentido, principalmente para celebrar a chegada nas placas baseadas na litografia FinFET de 16 nanômetros. Como é possível conferir na figura abaixo, a ideia seria que, em vez de substituir a atual série com uma possível GTX 1080 – ou outro número na casa dos milhares –, a NVIDIA optasse por aposentar a marca GTX e investisse em denominações mais curtas.

Será essa a família GeForce X completa?

Além de a nova estratégia ser similar a algo que foi implementado pela AMD há algum tempo, quando saiu das Radeon HD (5000, 6000 e 7000) para a nomenclatura Radeon R (R5, R7 e R9), também oferece a confortável opção de absorver a linha Titan para o rol principal de produtos GeForce. Fora essa pequena diferença, os modelos devem seguir uma progressão bem parecida com as atuais GTX – evitando confundir o consumidor mais distraído.

Matemática e testes-surpresa

Um ponto que parece ter chamado a atenção na tabela divulgada na web é que os novos chips GP100 e GP104 – baseados na arquitetura Pascal – parecem seguir a mesma proporção de núcleos CUDA que os itens da geração diretamente anterior (GM200 e GM 204). Isso faria com que a VGA mais simples (X80, com GP104) apresentasse 4096 desses cores enquanto a mais poderosa (X80 Titan, com GP100) atingiria uma marca de 6144 núcleos.

Adicionalmente, o possível vazamento de que tanto a GeForce X80 quanto a GeForce X80Ti devem optar por módulos de memória GDDR5 de alta velocidade – deixando as badaladas HBM2 para a GeForce X80 Titan – traz uma nova leva de surpresas à mesa. Isso porque a RAM dessas unidades rodaria a 8.000 MHz, e um teste com essa característica já foi visto em análises do 3DMark 11.

Um dos testes encontrados na página da Futuremark

De acordo com as capturas de tela postadas pelo site VideoCardz, pelo menos duas GPUs anônimas da NVIDIA tiveram seus benchmarks de performance submetidos através do software da Futuremark. O pequeno detalhe é que elas mostram memórias com frequência de 2.000 MHz brutos ou 8.000 MHz efetivos. O desempenho e os clocks do processador gráfico indicam que se trata de uma versão “capada” ou prévia das placas Pascal, mas é algo que já confere um pouco mais de credibilidade ao vazamento.

Você acredita que em breve a NVIDIA vai divulgar novidades de suas novas VGAs? Comente no Fórum do TecMundo!

Cupons de desconto TecMundo: