Em meio ao sucesso obtido pela série de GPUs GTX 10, a NVIDIA aparentemente decidiu que não é uma boa ideia investir em um sucessor do tablet SHIELD no momento atual. Citando “razões comerciais”, a companhia decidiu adiar por tempo indeterminado a produção de um sucessor para o aparelho que, embora consideravelmente poderoso, não foi exatamente um grande sucesso comercial.

O cancelamento da produção surge pouco tempo após o CEO da companhia afirmar não estar mais tão interessado no segmento mobile, visto que os mercados de desktops e placas de vídeo dedicadas se mostravam mais promissores. Mesmo desagradando alguns consumidores, a decisão traz como vantagem permitir que a empresa foque mais esforços em entregar GPUs poderosas para notebooks e computadores de mesa.

A confirmação do cancelamento surgiu em uma carta enviada à FCC

Em uma carta enviada ao FCC, entidade responsável por certificar aparelhos eletrônicos nos Estados Unidos (algo semelhante ao que a Anatel faz no Brasil), a NVIDIA afirmou que desistiu do gadget por “razões comerciais”. Rumores recentes indicando que a empresa seria a responsável pela produção dos chips usados no NX, novo console da Nintendo, já despertam rumores que a parceria entre as organizações pode ser a verdadeira responsável por essa mudança de rumo.

A situação também deixa em dúvida qual o futuro do suposto vídeo game portátil que a NVIDIA estava produzindo, que supostamente teria o nome Shield Portable. Muitos esperavam que tanto ele quanto o novo tablet SHIELD fossem aparecer publicamente durante a IFA 2016, mas, diante de notícias recentes, parece que a fabricante tem planos um tanto diferentes para o evento ocorrido na cidade de Berlim.

Cupons de desconto TecMundo: