A Motorola tem trabalhado muito para melhorar a autonomia das baterias dos seus smartphones, mas parece que nem tudo está dando certo. O Novo Moto X, por exemplo, teve a bateria incrementada em apenas 100 mAh em relação ao Moto X original e isso causou algumas dúvidas quanto a sua autonomia. O PhoneArena colocou o novo top de linha à prova e as suspeitas foram comprovadas.

Em um teste de estresse de bateria, o mais novo aparelho da Motorola conseguiu ficar 5h 45 min funcionando. É interessante notar que o Novo Moto G, por exemplo, passou pelo mesmo teste e conseguiu segurar as pontas por 6h 17min, 32 minutos a mais que o top de linha da marca.

A comparação fica mais desvantajosa quando os top de linha das concorrentes entram no cenário. O recordista do teste, o Xperia Z2 marcou 8h 10min, seguido mais de longe pelo Galaxy S5 e pelo HTC One M8.

Testes realizados pelo PhoneArena

Apesar disso, não podemos considerar a bateria do aparelho ruim, principalmente por conta da forma como ele deve ser utilizado pelos usuários. O teste de estresse não leva em conta as funções inteligentes do Novo Moto X que permitem ao seu dono desbloquear a tela menos vezes por dia e realizar atividades de forma mais eficiente. No fim das contas, a autonomia da bateria no dia a dia é o que vai dar o veredicto final.

Em breve, o TecMundo vai publicar a análise do Novo Moto X e, com um teste de autonomia cotidiano, poderemos afirmar se o aparelho da Motorola fica mesmo devendo nesse departamento.

Cupons de desconto TecMundo: