Duas iniciativas em lugares diferentes no mundo mostram duas alternativas ecologicamente corretas para o combustível de automóveis.

No Japão, a Better Place, uma provedora de veículos elétricos, já testa uma estação para troca automatizada de bateria.

Os testes começaram em abril e devem se estender até novembro com o intuito de colocar à prova a praticidade da troca de bateria de táxis elétricos.

Os resultados ainda não podem traçar um panorama de como esses veículos se comportariam em meio ao complicado trânsito usual, mas já fornecem informações a respeito do reabastecimento para taxistas, algo extremamente frequente para a profissão.

Ainda não há uma análise oficial dos testes, mas, até o momento, sabe-se que foram percorridos pouco mais de 40 mil quilômetros. Os taxistas transportaram cerca de 3 mil passageiro e recarregaram 2.122 vezes. Cada recarga levou em média 59 segundos.

O número de recargas foi alto, se você calcular a média por quilômetros percorridos, mas há uma provável explicação: não se sabe se as baterias eram trocadas sempre que descarregavam completamente ou ainda com alguma carga, para testar a estação.

Confira este vídeo com uma troca de bateria.

Já na Itália, a Acta, outra empresa focada em energia ecologicamente correta, planeja instalar uma rede de estações solares de reabastecimento para veículos movidos a hidrogênio.

As bombas usam energia solar e produzem combustível hidrogênio por meio de eletrólise. Carros movidos a hidrogênio ainda despertam menos interesse do que os elétricos, por exemplo, mas a Itália quer investir neste mercado. Trata-se de uma alternativa que não requer tempo de recarga e pode, inclusive, ser utilizada em conjunto com baterias.

Bomba solar para reabastecer carros movidos a hidrogênio.

Fonte da imagem: Inhabitat

O “país da bota” foi o escolhido porque já incentiva o uso de energia solar há algum tempo. A própria lei italiana exige que novos serviços de abastecimento ofereçam obrigatoriamente uma alternativa à gasolina e ao diesel.

Cupons de desconto TecMundo: