(Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

A Apple já tem certa má fama por lançar novos modelos de iPhones, iPods e iPads em curtos espaços de tempo, o que costuma irritar o público que vê seu aparelho novinho se tornar obsoleto rapidamente. Mas parece que agora ela pode ter que pagar por tal atitude.

Isso porque, segundo o Jornal do Comércio, o Instituto Brasileiro de Política e Direito da Informática está acusando a Maçã de prática comercial abusiva ao lançar seu iPad 4, conhecida como “obsolescência programada” (quando um aparelho, basicamente, se torna datado pouco depois de seu lançamento).

O motivo para o processo se deve ao fato de que as melhorias do novo tablet não são suficientes para caracterizar uma verdadeira evolução. Tudo que o iPad 4 trouxe – um processador e uma câmera mais poderosos, além de um tipo novo de conector – já existia no mercado e poderia ter sido adicionado na terceira geração do aparelho, que chegou apenas alguns meses antes do novo modelo.

Crime e castigo

Até o momento, a Apple afirmou não ter conhecimento da ação judicial. No caso de uma derrota no tribunal, a empresa será obrigada a indenizar todos os brasileiros que compraram a terceira geração do iPad no país.

Cupons de desconto TecMundo: