Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/NC State University)

Sabe aqueles momentos frustrantes em que o fio de seu fone de ouvido, carregador ou outros aparelhos simplesmente não estica tanto quanto você precisava? Bem, parece que um grupo de pesquisadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte criou uma solução surpreendentemente simples, de acordo com o que foi informado em seu site.

No lugar de usar um fio metálico como os atuais, a equipe utilizou um tubo fino, feito de um polímero plástico extremamente maleável, cheio de uma mistura líquida de gálio e índio — dois metais que garantem enorme condutividade. Dessa maneira, foi criado um cabo que pode ser esticado até oito vezes seu tamanho normal, mas mantendo a qualidade de transferência — e, para nossa alegria, ele pode ser fabricado em massa com a tecnologia que temos atualmente.

Se você já está se preparando para comprar um desses cabos, é bom avisar que, no entanto, ainda há um pequeno problema a ser resolvido: ainda não foi descoberta uma maneira de impedir o vazamento do material, caso o tubo plástico seja danificado. Logo, pode ser que esses fios superelásticos levem algum tempo até chegar (ou mesmo jamais cheguem) às lojas.

Cupons de desconto TecMundo: