(Fonte da imagem: iStock)

Enquanto a Google e a Microsoft apenas começaram a disputar nos tribunais da Alemanha, um julgamento entre as mesmas empresas acaba de chegar ao fim em Seattle, segundo o Reuters.

A disputa aqui não é para esclarecer se houve ou não uma quebra de patentes, mas para decidir quanto a Microsoft deve em royalties para a Google. Isso porque, com a aquisição recente da Motorola, a gigante de Mountain View passou a ser dona de diversas patentes usadas pela companhia fundada por Bill Gates.

As diferenças de valores pedidos por cada empresa são simplesmente absurdas: de um lado, a Google e a Motorola insistem que eles devem receber 4 bilhões de dólares por ano da Microsoft. Do outro, a criadora do Windows diz que deve apenas 1 milhão por ano para ter o direito de usar as tecnologias de comunicação sem fio e vídeo no Xbox e no Surface.

Embora o julgamento já tenha acabado, o juiz James Robart, que está encarregado do caso, ainda deve levar algumas semanas para chegar a um veredito, uma vez que ambos os lados vão apresentar petições adicionais.

Cupons de desconto TecMundo: