Todo micro-ondas traz um aviso em letras garrafais alertando as pessoas a não colocar utensílios feitos de metal (e plástico comum) dentro do eletrodoméstico, pois isso pode trazer sérios riscos. O cientista Theodore Gray conseguiu provar que isso não é bem verdade. Com alguns materiais extras, é possível transformar seu micro-ondas em um forno de fundição.

Theodore colocou tijolos refratários (normalmente usados em lareiras e churrasqueiras) e carbeto de silício dentro de um micro-ondas e derreteu diversos tipos de metais, sem qualquer problema de explosões ou faíscas.

Quando você coloca algo de metal dentro do micro-ondas, em vez de absorver as ondas emitidas pelo forno (como a comida e alguns plásticos fazem), o material as reflete, gerando faíscas e danificando tanto o aparelho quando o utensílio colocado lá dentro.

O tijolo refratário e o carbeto de silício são ótimos em absorver as micro-ondas, transformando-as em calor, além de trabalharem muito bem com altas temperaturas. Assim, as ondas emitidas pelo forno não chegam a entrar em contato com o metal, mas os materiais usados como isolantes aquecem o suficiente para fazer com que o metal derreta.

Alguns vídeos na internet mostram pessoas tentando repetir em casa a mesma experiência de Theodore. Vale lembrar que reproduzir a ideia do cientista pode ser muito perigoso. Por isso, não tente criar um forno de fundição por conta própria.

Cupons de desconto TecMundo: