Como você deve saber, existem dois tipos básicos de computadores pessoais: os notebooks (portáteis) e os desktops (de mesa). Cada um deles se adapta melhor a diferentes tipos de pessoas, pois atendem a perfis diferentes de usuários.

Alguns dos grandes fatores levados em consideração na hora de escolher um formato adequado para a compra são: a qualidade gráfica oferecida, necessidade de se possuir um computador portátil e se o modelo pode sanar todas as necessidades pessoais, profissionais ou acadêmicas do proprietário.

Em muitos casos, analisar as vantagens e desvantagens pode ser o suficiente para tirar a indecisão dos ombros do consumidor, mas se o caso for outro e o comprador não conseguir de jeito algum optar por um ou outro computador, existe outro segmento de mercado que começa a se expandir.

A palavra é: “Versatilidade”.
Esse novo tipo de computadores chama-se BookTop e é, em suma, notebook e desktop ao mesmo tempo. Imagine que o usuário tenha preferência por um notebook comum. Agora imagine que este notebook pode ganhar incrível qualidade gráfica, apenas sendo acoplado a uma estação fixa Dock Station. Pronto, você tem o BookTop.

Estação Dock

O funcionamento dele é simples. Semelhante a um notebook, um BookTop pode ser carregado para todos os lugares e desempenha funções básicas de todo laptop. A diferença primordial está na “transformação para desktop” quando ligado à Dock Station, assim permitindo a conexão de teclado, mouse e monitor externo, todos configurados automaticamente, sem a necessidade de chatas alterações no Sistema.

Primeiros passos do segmento.
A Gigabyte é a primeira montadora de notebooks e netbooks a adotar o novo conceito. Já foram lançados alguns modelos, mas o que merece mais destaque é M1305. O ultraportátil de 13,3 polegadas e processador Core 2 Duo ganha um complemento muito atrativo aos gamers quando conectado à Dock: a memória gráfica, possibilitando que o computador expanda seus limites e consiga rodas vários programas que não poderia sem o aditivo de vídeo.

Um booktop montado


E você, o que pensa sobre esse novo conceito que começa a ser explorado? Acha que ganhará espaço no mercado ou será apenas mais um a entrar no cemitério das tecnologias?

 

Cupons de desconto TecMundo: