Você já deve ter ouvido alguém dizer para você tomar cuidado ao carregar o seu notebook ligado, não é mesmo? Se ele for equipado com discos rígidos comuns (HDs em vez dos mais modernos SSDs), isso pode ser ainda mais frequente. Afinal de contas, existe uma grande preocupação acerca dos possíveis danos causados por impactos recebidos pelos computadores.

Mas será que realmente é perigoso fazer isso? Os nossos HDs podem ser inutilizados com pequenas quedas? A resposta para isso nós vamos mostrar agora mesmo. Então segure firme o seu computador e confira quais são os grandes problemas que pode ser ocasionados por impactos nele.

É tudo mecânico

A tecnologia dos HDs comuns é baseada em partes totalmente mecânicas. De um modo similar a um toca-discos, existe um disco magnético no qual são armazenados os dados dos usuários e uma agulha que faz a leitura deles para que depois envie o sinal até as outras partes do computador — naquele clássico caminho de dados processados e traduzidos para a linguagem humana.

Voltando a pensar no toca-discos (ou mesmo em um reprodutor de CDs e DVDs), você consegue se lembrar do que acontece quando ocorre um impacto no aparelho? Para começar, o disco “pula” e a reprodução sofre alguma interferência. Nos discos de vinil a agulha pode mudar totalmente de lugar, enquanto nos CDs a leitura é feita por laser e ela se encontra mais facilmente.

Já no caso do HD, a agulha é muito mais rígida. Com isso, um impacto no computador pode fazer com que a leitura seja completamente perdida e o notebook acabe travando na hora. Em casos mais sérios, os HDs podem ser inutilizados, pois, em vez de a agulha apenas se perder, ela acaba riscando o disco magnético do componente.

Ou seja: realmente existe um risco grande de o HD ser inutilizado após pequenos impactos e quedas dos notebooks. Não há uma ciência exata que determine qual é a altura máxima de uma queda que um dispositivo suporta — infelizmente, muitas vezes isso acaba se tornando uma questão de sorte —, por isso é bom evitar todos os impactos.

Não há uma ciência exata que determine qual é a altura máxima de uma queda que um dispositivo suporta

Sabendo disso, é importante também deixar claro que é recomendado que os notebooks carregados em mochilas  estejam sempre desligados — pois assim as agulhas estão totalmente repousadas e sem chances de riscar os dispositivos. Deixá-los em modo de repouso ou totalmente ligados pode ser um pouco arriscado.

Pensado para desktops

Há algo bem interessante e que precisa ser levado em consideração na hora de analisar esse tipo de situação: os HDs comuns foram criados para computadores fixos, não portáteis. Eles foram adaptados para o mercado dos notebooks, mas são baseados em uma computação estática.

Computadores desktop não sofrem impactos e nem são movidos enquanto estão ligados — ou pelo menos não deveriam ser. Como dissemos anteriormente, é bem importante que você opte por deslocar o seu aparelho somente quando ele estiver desligado.

É claro que você não precisa desligar o notebook completamente quando estiver no sofá e quiser ir para a mesa da sala — ninguém é tão ingênuo em acreditar que alguém faria isso, não é mesmo?

Mesmo assim, deslocamentos maiores exigem esse tipo de cuidado. Ao mesmo tempo, pequenas locomoções demandam que os donos de notebooks prestem atenção para não derrubar o PC no chão ou mesmo soltar a máquina sobre a mesa com certa violência.

E os SSDs?

Lembra quando nós falamos que os HDs foram criados em uma época totalmente voltada à “computação estática”? Pois os SSDs já fazem parte de uma história bem diferente. Construídos para uma aplicação muito mais portátil, eles abandonam as partes físicas já mencionadas e são totalmente baseados em memória Flash — sendo acessada por pulsos elétricos.

Isso significa que os pequenos impactos que riscariam um HD não interferem nos módulos do SSD — e nem fazem com que os dados sejam perdidos. É claro que uma queda enorme pode fazer com que todo o computador seja destruído — incluindo tela, carcaça e tudo mais. Mas há chances de seus dados serem mantidos — lembrando que também há várias ações que devem ser evitadas nesses dispositivos.

.......

Há alguns técnicos especialistas em manutenção de HDs que podem conseguir recuperar dados de HDs danificados, mas isso depende de um número enorme de fatores e a recuperação de 100% das informações é quase sempre impossível. Por isso, o melhor a fazer é tomar muito cuidado com o seu notebook. Afinal de contas, ninguém quer perder informações, não é mesmo?

Cupons de desconto TecMundo: