A GPD, empresa chinesa sediada em Shenzhen, está prometendo lançar em breve um dispositivo que é simplesmente bom demais para ser verdade. Estamos falando do GPD WIN, um gadget que é metade notebook e metade console portátil. Por mais que se pareça com os clássicos netbooks — laptops ultra portáteis que cabem no bolso —, o gadget se destaca por ter dois joysticks e botões específicos para serem usados em jogos.

Equipado com um processador Intel Atom x7-Z8750 de quatro núcleos, o WIN possui 4 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento interno em eMMC. Ele roda o sistema operacional Windows 10, prometendo ser uma boa pedida tanto para os gamers de plantão quanto para profissionais em busca de uma ferramenta compacta para trabalhar (por mais que digitar algo nesse teclado minúsculo não pareça ser uma boa ideia).

A tela de 5 polegadas (com resolução de 1280x720 pixels) é sensível ao toque e fabricada com vidro Gorilla Glass de terceira geração. O GPD WIN conta ainda com uma porta HDMI C (para conectá-lo em monitores e projetores), uma porta USB tradicional, uma porta USB Tipo C, entrada para cartões de memória e um plug 3,5 mm para fones de ouvido. A bateria que mantem tudo isso funcionando possui 6900 mAh de capacidade.

Será que funciona?

Para financiar o WIN, a GPD criou uma campanha no Kickstarter que foi finalizada no mês de abril — no total, a companhia conseguiu angariar mais de US$ 720 mil, 535% da meta inicialmente definida. Quem apoiou a marca durante esse período pôde reservar sua unidade do produto por US$ 330 (cerca de R$ 1 mil), sendo que o valor de revenda previsto para o varejo será de US$ 499 (R$ 1,5 mil sem adição de impostos).

A única pergunta que fica é: será que o WIN é realmente de verdade? Afinal, o dispositivo promete entregar muita coisa e o resultado final pode não ser exatamente como seus clientes esperam. Além disso, embora a própria GPD publique uma série de vídeos em seu canal oficial no YouTube, os clipes não monstram direito o gadget em si, focando exclusivamente na tela que pode estar sendo espelhada de outro aparelho qualquer.

Outro ponto que levanta dúvidas é a baixa qualidade do material promocional do produto — as imagens de divulgação são bastante artificiais e parecem até simples artes conceituais feitas para impressionar. De acordo com a GPD, quem adquiriu o WIN na pré-venda vai recebê-lo ainda no mês de outubro e só então poderemos ter certeza da qualidade do invento.

Cupons de desconto TecMundo: