Nesta manhã, a Nokia e a Microsoft anunciaram uma parceria que já está abalando o mercado de aparelhos mobile. Entretanto, mesmo tendo o Windows Phone como seu projeto primordial, a Nokia já anunciou que não deve abandonar o Symbian ou desistir do MeeGo.

Esta semana, você conferiu aqui no Baixaki que a Nokia supostamente deixaria de investir na plataforma MeeGo, que era considerada, até então, a grande aposta da empresa para competir de frente com Apple e Google no mercado de smartphones. Entretanto, executivos da empresa se recusavam a responder qualquer questionamento a respeito do assunto.

Com a união anunciada nesta manhã, muitas especulações a respeito do fim dos sistemas Symbian e MeeGo rodando em aparelhos Nokia passaram a circular pela internet. Porém, a fabricante acaba de anunciar que não deve desistir tão cedo, mantendo os dois sistemas operacionais como opções secundárias para diferentes públicos.

Ainda não existem previsões de quando o primeiro aparelho da Nokia rodando o sistema operacional da Microsoft e, tudo o que se sabe até agora é que a parceria entre as duas empresas não tem caráter de exclusividade, ou seja, a Nokia tem total liberdade de continuar vendendo aparelhos com outros sistemas.

Após o anuncio da união das empresas, Stephen Elop, CEO da Nokia, confirmou que aparelhos com MeeGo devem chegar ao mercado ainda este ano, porém, não como uma plataforma definitiva, mas como uma “oportunidade de aprendizado”. Ao que tudo indica, a empresa deve lançar apenas um modelo com a plataforma MeeGo.

Atualização: A Nokia acaba de anunciar que o Symbian deve ser totalmente substituído pelo Windows Phone nos próximos anos.

Cupons de desconto TecMundo: