Com o fim das restrições impostas pela venda de sua divisão de smartphones para a Microsoft, a Nokia pretende voltar a esse mercado já em 2016. Ao que tudo indica, a companhia deve se focar na produção de aparelhos com o sistema Android em uma espécie de “segunda tentativa” após um período de exclusividade com o Windows Phone.

A confirmação veio através do presidente da divisão chinesa da companhia, que deu a entender que os novos aparelhos vão ser fabricados em Sichuan — mesmo local para onde a empresa realocou seu centro de desenvolvimento e pesquisas. Vale notar que os experimentos da companhia com a plataforma da Google não são exatamente recentes, como prova o tablet N1.

No entanto, agora que a Nokia não possui mais a influência direta da Microsoft, tudo indica que a companhia deve adotar uma postura mais agressiva nesse sentido. Levando em consideração o nome e a tradição da companhia no segmento, tudo indica que sua volta a ele deve causar grande comoção em 2016.

Cupons de desconto TecMundo: