Para nossa infelicidade, casos de smartphones entrando em combustão estão ficando cada vez mais comuns. Até entendemos que, na maioria das vezes, a culpa é do próprio usuário, que utiliza um aparato alternativo para carregar a bateria de seu celular – contudo, não podemos ignorar que também existem ocasiões onde o aparelho pega fogo sem nenhuma razão externa, por pura falha de funcionamento ou defeito de fabricação.

Desta vez, a “vítima” foi o brasileiro Fabricio Amadori, que relatou ao site TudoCelular a sua recente experiência nada agradável com um Lumia 920. De acordo com o indivíduo, o ex-top de linha da Nokia foi deixado carregando durante a noite e amanheceu com a entrada USB completamente queimada; Amadori ressalta ainda que o cabo do carregador estava derretido e grudado na conexão do aparelho.

O mais impressionante, contudo, é que o produto em questão ainda está funcionando – e carregando – normalmente, apesar das visíveis queimaduras. “O problema agora é confiar em um celular que pega fogo. Uma hora dessas do jeito que está, até meu apartamento pode pegar fogo ou o aparelho explodir na minha mão”, afirma Amadori, que entrou em contato com a Nokia e não conseguiu encontrar nenhuma solução para seu problema – a garantia do gadget estava expirada há dois meses.

O internauta comenta ainda que gostou muito do Lumia 920, mas pretende trocá-lo depois desse incidente. “Não que eu não tenha gostado do celular. Gostei bastante. Inclusive desenvolvo aplicativos e jogos para ele. Mas infelizmente vou voltar para o Android já que nunca tinha algum aparelho com problema parecido. Um celular que custou R$ 1,6 mil não poderia ter um fim assim”, conclui.

Cupons de desconto TecMundo: