O Nokia Research Center, centro de pesquisas da Nokia, em Cambridge, na Inglaterra, está movimentado com três novidades bombásticas para o mundo dos celulares.

Uma delas é uma pele flexível para eletrônicos. Imagine que você pode usar um celular, e por que não outros dispositivos, de uma maneira que ele se ajuste como você preferir, seja no seu braço ou outra parte do corpo?

Essa é a ideia da Nokia, uma tecnologia que pretende deixar circuitos, hoje sólidos, flexíveis de uma maneira que podem ser dobrados em volta de um dedo ou como um touchpad na palma da mão, só para citar alguns exemplos.

De acordo com o Nokia Conversations (blog oficial da empresa), os projetistas utilizaram borracha de silicone elástica e ouro evaporado como condutor e criaram uma espécie de touchpad que pode ser esticado como uma pulseira, sem perder a capacidade de resposta ao toque e à pressão. Durante os testes de desenvolvimento, o dispositivo foi esticado em até 20% do seu tamanho original sem comprometer o desempenho.

Confira este vídeo em inglês que demonstra a tecnologia:

As aplicações em potencial, ainda segundo o blog, são muito futuristas, como utilizar dispositivos eletrônicos como parte do vestuário. “O que é sólido e conhecido para nós agora pode ser flexível e totalmente diferente no futuro”, afirma o blog.

Mais novidades

Os outros dois projetos em desenvolvimento no Nokia Research Center envolvem sensores por fios microscópicos (nanowires) e experiências eletrotáteis. O primeiro é na verdade um nariz artificial. Combinando um fio microscópico sobre um chip, o dispositivo pode ser “treinado” a reconhecer diferentes substâncias pelo cheiro. É um projeto que ainda precisa de muito aprimoramento, no entanto o dispositivo já foi exibido para alguns sortudos, assim como o software que o acompanha.

Já o projeto que envolve experiências eletrotáteis tem o objetivo de melhorar a resposta de telas touchscreen. Para os projetistas da Nokia, novas tecnologias devem ser utilizadas para que o toque seja mais bem compreendido e eficiente. Uma das áreas dessa pesquisa envolve a simulação de texturas através do conceito de eletrovibração. Não é um projeto a curto prazo, mas a Nokia já registrou progressos consideráveis.

Cupons de desconto TecMundo: