Satya Nadella e Stephen Elop (Fonte da imagem: Divugalção/Microsoft)

Embora a Nokia seja tratada como uma propriedade da Microsoft há alguns meses, é somente a partir desta sexta-feira (25) que a empresa passa a fazer parte oficial do império erguido por Bill Gates. A partir de agora, as divisões de dispositivos e serviços da companhia finlandesa passam a ser controladas totalmente pela Gigante dos Softwares, que, com isso, também passa a ser um dos peso-pesados do mercado de hardwares.

Ao menos no momento atual, a Microsoft deve continuar a dar suporte a produtos que não contam com o sistema operacional Windows Phone, como a linha Asha e o smartphone Nokia X. O comunicado oficial à imprensa divulgado pela corporação afirma que não haverá grandes mudanças de foco em um futuro próximo, indicativo de que a transição ocorreu conforme o esperado por ambas as partes.

Executivos dão as boas-vindas à empresa

“Hoje damos as boas-vindas aos serviços de dispositivos e serviços da Nokia à nossa família. As capacidades móveis e os recursos que eles trazem vão ajudar a avançar nossa transformação. Juntos com nossos parceiros, vamos continuar focados em oferecer inovações cada vez mais rápidas em nosso mundo que coloca o universo mobile e a nuvem em primeiro lugar”, afirmou o CEO da companhia, Satya Nadella.

Stephen Elop, ex-CEO da Nokia que agora chefia a divisão de hardware da Microsoft, escreveu uma carta aberta em que expressa um sentimento similar. “Conforme a Microsoft e a Divisão de Serviços e Dispositivos da Nokia se unem para formar uma família estendida, unificamos nossa paixão, dedicação e compromisso em trazer a você o melhor que nossas tecnologias conjuntas têm a oferecer”, afirmou.

Cupons de desconto TecMundo: