Será que o Plano B deu certo? (Fonte da imagem: Reprodução/MOFONU)

O ex-integrante do conselho executivo da Nokia, Jorma Ollila, conversou com o The Wall Street Journal e explicou que, Stephen Elop, atual CEO da companhia, teria sido o “Plano B” do conselho para a escolha do executivo-chefe da fabricante de celulares em 2010, quando a vaga estava vazia. Ele não revelou o nome do homem que teria sido a primeira opção da empresa, mas disse apenas que se tratava de um competente executivo norte-americano com cerca de 50 anos de idade.

Elop saiu da Microsoft para liderar a Nokia quando a empresa estava afundando em sua recente crise, com o Symbian não conseguindo bater de frente com Android ou iOS. Logo depois de sua entrada na companhia finlandesa, Elop tratou de focar a produção de smartphones no Windows Phone da sua antiga empregadora e conseguiu amenizar a situação. Mesmo com isso, Ollila comentou que os esforços não foram o suficiente para alcançar as expectativas do conselho para o SO.

“Nós não tivemos muito sucesso usando o sistema operacional da Microsoft para criar produtos competitivos ou uma alternativa para as duas companhias dominantes do mercado mobile”, comentou Ollila sobre o Windows Phone e as expectativas da empresa. Ainda assim, ele não classifica a decisão sobre o WP como acertada ou não. “É impossível dizer o que teria acontecido com a empresa se decisões diferentes tivessem sido tomadas em 2011 ou em outro momento”, completou.

Stephen Elop deve se juntar novamente à Microsoft assim que a empresa norte-americana terminar a incorporação da Nokia. Há rumores ainda de que ele possa assumir o cargo mais alto na criadora do Windows, já que Steve Ballmer anunciou sua aposentadoria e, até agora, ninguém foi nomeado para ocupar seu lugar.

Cupons de desconto TecMundo: