(Fonte da imagem: Reprodução/BGR)

A compra da Nokia pela Microsoft tem provocado bastante polêmica na Finlândia, berço da fabricante de smartphones. Segundo o jornal Helsing Sanomat, a companhia está negociando com o CEO Stephen Elop para que ele aceite uma redução em seu bônus como forma de diminuir a desaprovação pública em relação ao caso — relatos indicam que o contrato do executivo previa recompensas extras caso a empresa fosse vendida enquanto ele estava no comando.

Atualmente, a previsão é a de que Elop vá receber US$ 25 milhões em compensações por seu trabalho no comando da organização. Segundo ele, não há como aceitar um valor inferior a esse, já que sua ex-mulher, de quem ele está se separando, não vai ficar contente em receber uma compensação menor do que a acertada atualmente.

O grande motivo para a polêmica é o fato de que anteriormente a Nokia havia afirmado que o contrato de Elop era essencialmente o mesmo de seu antecessor — algo que não se provou exatamente verdade. O que mais surpreende na situação é a mudança de tom da mídia finlandesa em relação à Nokia, empresa que sempre foi tratada de maneira respeitosa e delicada pela imprensa do país que considera a organização um de seus símbolos nacionais.

Cupons de desconto TecMundo: