Boa parte dos atuais smartphones traz câmera de 5 ou 8 MP. Alguns mais exagerados vêm preparados para captar imagens de até 12 MP. Mas você já imaginou um aparelho com sensor de 41 MP? A Nokia imaginou e criou um celular para superar quaisquer expectativas.

A fabricante finlandesa até divulgou um vídeo sobre o desenvolvimento prolongado da tecnologia utilizada no Nokia 808 PureView, modelo com câmera capaz de capturar imagens com 7728x5368 pixels — aproximadamente 41 milhões de pixels. Ele é o primeiro a contar com a tecnologia PureView Pro, a qual garante utilização de zoom sem perdas na qualidade.

Especificações

Antes de abordar a fundo a tecnologia, vale conferir as configurações básicas da câmera que equipa o Nokia 808 PureView.

  • Lentes: Carl Zeiss
    Comprimento focal: 8,02 mm
    Alcance mínimo de foco: 15 cm
    Abertura do diafragma: f/2.4
    Alcance do foco: 15 cm até infinito
    Formato óptico: 1/1,2”
  • Qualidade de imagem
    Área ativa: 7728x5368 pixels (41 MP)
    Área efetiva: 38 MP
    Foto com aspecto 16:9: 7728x4354 pixels
    Foto com aspecto 4:3: 7152x5368 pixels
    Tamanho do pixel: 1,4 mícron
  • Zoom
    Zoom (qualidade definida em 5 MP – 3072x1728 pixels)
    Zoom de até 3x para fotos
    Zoom de até 4x para vídeos em Full HD a 30 fps
    Velocidade do diafragma: 1/180 (ISO100)
  • Recursos
    Flash de Xenon, redução de olhos vermelhos, foco com configuração touch, foco automático contínuo, exposição automática, foco automático, timer, iluminação do vídeo, tag baseada em geolocalização, edição de imagens estáticas, compensação de exposição e detecção de face.

Qualidade é melhor que quantidade

Você provavelmente ficou surpreso com a capacidade dessa câmera. Pois é, 41 Megapixels é um número que surpreende. Porém, segundo a declaração da Nokia, esse valor não tem tanta importância, pois a companhia preza pela qualidade, ou seja, a tecnologia PureView Pro não é apenas capaz de trabalhar com uma grande quantidade de pixels, mas é uma novidade que os utiliza de forma inteligente.

Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/Nokia)

As lentes Carl Zeiss do Nokia 808 PureView conseguem capturar mais pixels do que outras presentes em smartphones concorrentes. Isso significa que você pode fotografar um cenário em dois aparelhos distintos, mas somente a tecnologia da Nokia pode captar 7728x5368 pixels — enquanto uma câmera de 5 MP consegue registrar 3072x1728 pixels na mesma fotografia.

Uma revolução em fotografia

A tecnologia de imagem PureView Pro dispensa o uso de técnicas como interpolação e escalonamento para realizar a aproximação da imagem — recursos comumente utilizados em outros smartphones. Ela também supera a tecnologia de câmeras comuns, evitando o ajuste de posição das lentes e a alteração da sensibilidade do sensor.

(Fonte da imagem: Divulgação/Nokia)

Graças ao sensor de alta qualidade, a câmera do Nokia 808 PureView consegue oferecer zoom de 3x para imagens estáticas com 5 MP e de até 4x durante a gravação de vídeos em Full HD. Caso você pretenda capturar clipes em 720p, poderá aproximar a imagem em até 6x. Para resolução mais baixa (640x360 pixels), o nível de aproximação chega a 12x.

Como as lentes Carls Zeiss conseguem isso sem os recursos utilizados em outros dispositivos? O segredo está no sensor de altíssima resolução. O zoom não é baseado no aumento de escala a partir de uma baixa resolução, todavia, é realizado através da seleção de uma determinada área — como se fosse um recorte do campo total capturado pelas lentes.

Conforme divulgação em documento oficial da Nokia, o zoom é determinado através da configuração. Com qualidade de 5 MP, por exemplo, assim que a área do sensor alcançar 3072x1728 pixels, o zoom máximo é atingido e a câmera impede que você “aproxime” mais a imagem. Detalhe: o zoom é silencioso, ideal para usar durante a captura de vídeos.

Mais profundidade, mais detalhes

Utilizar o zoom  no celular ou aproximar uma parte da imagem posteriormente geram os mesmos resultados. Falando assim, o zoom pode parecer falso, contudo, ele serve para poupar trabalho (visto que você não precisa recortar a foto) e garantir maior qualidade, afinal, a imagem não treme e os pixels não são distorcidos.

Aliás, segundo documento da Nokia, quando o zoom é utilizado, amostras de múltiplos pixels são combinadas para formar “superpixels”. Quando isso acontece, o nível de detalhes permanece intacto, porém os ruídos da imagem são quase que completamente eliminados — isso para fotos com baixa luminosidade. Quando a imagem é capturada em um ambiente bem iluminado, os ruídos, de fato, não existem!

Vale salientar que essa combinação de múltiplos pixels também é utilizada em imagens sem zoom, sendo que o nível de combinação é ainda maior e garante qualidade ainda mais alta. É importante frisar que não é necessário realizar qualquer configuração para que esse recurso seja ativado, pois ele é um componente básico da tecnologia PureView Pro.

Um celular para quem ama fotografia

Devido à câmera de alta qualidade, o design do Nokia 808 PureView foge aos padrões de beleza dos ultrafinos, entretanto, como a fabricante relata, a câmera (sensor e lentes) do aparelho é 50% menor do que outras com zoom óptico convencional. Só para constar, o celular tem 1,4 cm de espessura e pesa 169 gramas.