Desde que a HMD Global revelou ao mundo que relançaria o aclamado Nokia 3310, a internet ficou em polvorosa. Tanto o pessoal mais jovem, que apenas ouviu as histórias a respeito do aparelho, quanto a galera mais velha parecem ter se empolgado igualmente com a ideia de ver o celular mais uma vez no mercado. No entanto, é claro que o anúncio trouxe uma série de dúvidas sobre esse “renascimento” do dispositivo. Felizmente, rumores compartilhados nesta quinta-feira (23) respondem a boa parte dessas preocupações.

Até o momento, os questionamentos pós-anúncio se focavam mais em temas como o funcionamento e o visual do gadget, uma vez que vazamentos indicavam que o telefone clássico da Nokia poderia ser um dos três aparelhos Android que a fabricante levaria ao MWC 2017. A boa notícia, para os puristas, é que há indícios fortes de que o equipamento vai ser muito próximo de sua versão icônica, lançada há cerca de 17 anos. Isso significa que, sim, o novo Nokia 3310 deve se manter como um bom e velho feature phone.

Saudade desse ícone dos celulares?

A aparência geral do celular será muito semelhante à antiga

Em relação a design, autonomia e até durabilidade, pouco deve mudar. Segundo uma fonte próxima à indústria, a aparência geral do celular será muito semelhante à antiga – as únicas grandes diferenças serão no peso e na espessura do brinquedinho. Como a tecnologia avançou a passos largos na última década e meia, a miniaturização de componentes vai acabar tendo um efeito inevitável sobre esses elementos específicos. A dica, então, é: prepare-se para um Nokia um pouco menos “brucutu”.

O antigo display monocromático de 84x84 pixels deve receber um upgrade mínimo, passando para uma tela colorida, mas de resolução baixa para os padrões atuais. Isso tem o potencial de dar uma carinha mais recente ao produto ao mesmo tempo que ajuda a preservar a boa longevidade da bateria – uma característica marcante dos antigos celulares. As carcaças preta, azul e chumbo ainda vão marcar presença, mas devem ser complementadas por opções em vermelho, verde e amarelo, além de cases coloridos criados por terceiros.

Foi fisgado?

E aí, aprovou as pequenas mudanças no projeto inicial? Acredita que o gadget vai preservar a alma e a memória do Nokia 3310? Estaria disposto a pagar o suposto valor de 59 euros (R$ 190) pelo item? Vale notar que outros questionamentos ainda ficam no ar, como detalhes de armazenamento e a presença ou não de uma bateria removível. A espera por tudo isso não será longa, já que a revelação oficial do celular deve ocorrer no próximo dia 26 de fevereiro, durante o Mobile World Congress 2017 – que conta com cobertura completa do TecMundo.

Cupons de desconto TecMundo: