Conforme havia antecipado, a Microsoft apresentou oficialmente na última segunda-feira (10) o primeiro dispositivo da linha Lumia sem a marca Nokia. Sob a nomenclatura Microsoft Lumia, o modelo 535 não se difere muito em matéria de especificações e design em relação a seus antecessores, tendo como seu principal destaque a nova marca adotada pela fabricante.

Considerado um modelo de entrada, o Lumia 535 apresenta um display de 5 polegadas com resolução qHD (960x540 pixels), processador quad-core de 1,2 GHz e 1 GB de memória RAM. Embora a tela não seja exatamente o maior atrativo do aparelho, segundo o The Verge ela apresenta bons ângulos de visualização, mesmo que os pixels que constituem os elementos mostrados sejam bastante visíveis.

Uma maior quantidade de memória RAM também beneficia o smartphone, especialmente durante a reprodução de games considerados mais pesados. Outros recursos adicionados pela Microsoft são um sistema que ajusta o brilho da tela de forma automática e uma câmera frontal grande angular com um sensor de 5 megapixels.

Especificações técnicas

  • Sistema operacional: Windows Phone 8.1 (Denim)
  • Display: IPS LCD de 5 polegadas
  • Resolução: qHD (960x540 pixels)
  • Densidade: 220 ppi
  • Processador: Snapdragon 200 quad-core de 1,2 GHz
  • Memória RAM: 1 GB
  • Câmera principal: 5 megapixels com flash de LED
  • Câmera frontal: 5 megapixels com lente grande angular
  • Armazenamento interno: 8 GB (expansível com cartões micro SD de até 128 GB)
  • Armazenamento gratuito na nuvem: 15 GB
  • Sensores: luz ambiente, proximidade, acelerômetro
  • Bateria: 1.905 mAh
  • Cores: ciano, verde-claro, laranja claro, preto e cinza escuro
  • Proteções traseiras intercambiáveis

Foco no mercado de entrada

O novo aparelho deixa claros os planos da Microsoft, que, em vez de competir com grandes nomes, como o iPhone, a linha Galaxy S ou dos dispositivos Nexus, quer se focar no mercado de entrada. Com isso, a empresa segue a mesma estratégia adotada pela Nokia — incluindo o uso do nome Lumia para promover seus dispositivos.

 

“Acreditamos que as pessoas têm um bom conhecimento e um entendimento básico de nosso sistema de numeração”, afirmou Neil Broadley, diretor de marketing de celulares da Microsoft ao The Verge. “Lumia é basicamente nossa marca de smartphones”, explicou ao mesmo tempo que deixou claro que o nome Surface vai continuar sendo usado exclusivamente para  promoção de “experiências icônicas de tablets”.

A empresa pretende lançar o Lumia 535 ainda em novembro deste ano pelo preço sugerido de 110 euros (aproximadamente US$ 130), valor ligeiramente superior ao cobrado pelo Lumia 530. Inicialmente, o dispositivo vai estar disponível em mercados asiáticos para depois chegar à Rússia e ao Oriente Médio, processo que deve demorar alguns meses.

Cupons de desconto TecMundo: