Apresentar um número cada vez maior de opções de smartphones para os consumidores parece ser a aposta da Nokia para conquistar uma fatia maior de mercado. Atualmente, a empresa já conta com pelo menos 20 modelos na linha Lumia, atendendo a públicos com orçamentos mais limitados e também àqueles dispostos a gastar um pouco mais.

O Nokia Lumia 625 pode ser considerado uma alternativa intermediária, com preço e hardware de entrada, mas características como suporte à rede 4G, o que faz do produto uma escolha peculiar dentro do seu segmento. Conferimos de perto todos os detalhes de mais um smartphone da Nokia e as nossas impressões sobre ele é o que você confere agora.


Testes de desempenho

Costumamos usar dois aplicativos de benchmark para a análise de smartphones com Windows Phone 8: MultiBench 2 e GFX Benchmark. No primeiro deles o desempenho do produto ficou dentro do esperado, posicionando-se acima do Lumia 620 e abaixo dos modelos 820, 925 e 1020. Contudo, infelizmente não foi possível testá-lo com o GFX Benchmark, já que o aplicativo não rodou no Lumia 625 por incompatibilidade de hardware.

(Fonte da imagem: Tecmundo) (Fonte da imagem: Tecmundo)

Aprovado

Desempenho

Com processador dual-core e 512 MB, o Lumia 625 executa com tranquilidade boa parte das suas tarefas. Em termos de especificações os números podem não ser os melhores, mas na prática estamos falando de um produto com configurações intermediárias e que, ainda assim, consegue executar jogos que requerem um pouco mais da capacidade de processamento.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Para quem utiliza o produto apenas com aplicativos mais tradicionais, como editores de texto, browser e mensageiro, certamente o Lumia 625 atende as expectativas e pode ser levado em consideração na hora da compra.

Design de construção

Seguindo praticamente o mesmo design dos demais aparelhos da linha, o Lumia 625 possui uma pegada bastante anatômica. O tamanho de tela, de 4,7 polegadas, se adapta perfeitamente à sua proposta e o acabamento em plástico policarbonato liso evita que o produto ganhe marcas de digitais na carcaça. A impressão que se tem é a de que estamos diante de um produto resistente, com encaixes firmes e precisos.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Bateria

Em nossos testes, a bateria de 2.000 mAh do Lumia 625 teve um desempenho bastante satisfatório. Em uso cotidiano, com acesso a internet e visualização de vídeos, é possível aguentar um dia inteiro de trabalho sem a necessidade de andar com o carregador por aí. Já em um teste de estresse, a duração cai consideravelmente, mas ainda assim está dentro da média dos demais aparelhos do mercado.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Câmera traseira

Com 5 megapixels de resolução, a câmera traseira do Lumia 625 não pode ser considerada nenhum primor, mas certamente não vai deixar ninguém na mão por conta disso. As fotos capturadas em ambientes com boa luminosidade apresentam cores bem definidas e um baixo nível de ruído. Em ambientes mais escuros a situação é menos agradável, mas ainda assim é possível capturar boas fotos com o produto.

Capas intercambiáveis

Assim como no Lumia 620, a tampa traseira do produto pode ser removida. A proposta da Nokia é a de que você possa trocar a capa traseira por outra de cor diferente, garantindo um visual diferenciado do produto. Chama a atenção aqui, de forma positiva, o acabamento interno do aparelho. A bateria, embora exposta quando a tampa é aberta, não pode ser removida, pois conta com uma camada de proteção que impede sua retirada.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Já compatível com 4G

Não é muito comum vermos aparelhos intermediários compatíveis com conexão 4G. Entretanto, se você está pensando em migrar para um plano de dados dessa natureza, mas não quer investir muito em um smartphone, o Lumia 625 resolve o problema, sendo perfeitamente compatível com o 4G brasileiro.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Reprovado

Resolução de tela

A tela de 4,7 polegadas é 0,2 polegada maior do que a maioria dos aparelhos da linha Lumia. Entretanto, a resolução permanece sendo de 800x480 pixels, o que resulta em uma densidade de pixels de apenas 199 ppi, uma das mais baixas entre todos os gadgets da "família".

Essa qualidade abaixo da média, infelizmente, pode ser percebida em alguns momentos, como na execução de jogos ou na navegação na internet. É possível notar serrilhados em algumas imagens e o consumidor pode ficar com a sensação de que o brilho da tela é insuficiente em diversas ocasiões.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Câmera frontal

A câmera frontal não está entre os itens principais de um smartphone, mas não deixa de ser frustrante saber que ela possui limitações consideráveis. A resolução é apenas VGA e o uso dela é satisfatório apenas para comunicações rápida em vídeo. A captura de fotos com a câmera frontal apresenta resultados de baixa qualidade, especialmente em ambientes pouco iluminados.

Ausência de NFC

Assim como é uma grata surpresa o fato de o aparelho ser compatível com 4G, chama a atenção ele não apresenta compatibilidade com a tecnologia NFC. O sistema de pagamentos ainda não está entre os mais utilizados e a transferência de dados pode ser feita de outras formas, mas ainda assim é de se estranhar que ele não esteja presente.

Cabo de dados extremamente curto

Esse certamente não é um problema, mas não deixa de ser incômodo. O cabo de dados do Nokia Lumia 625, fornecido junto com o aparelho, tem apenas 25 centímetros de comprimento. Esse tamanho é insuficiente, por exemplo, para conexão em um desktop normal com a entrada USB na parte superior sem que o aparelho fique pendurado.

Cabo de dados poderia ser maior (Fonte da imagem: Tecmundo)

Sim, você pode comprar outro cabo do gênero por um preço bastante acessível, mas esse é um tipo de economia que não se justifica em um smartphone. O tamanho padrão de cabos como esse, 80 centímetros, é o mínimo esperado.

Vale a pena?

Custando cerca de R$ 900 no mercado brasileiro, a proposta do Nokia Lumia 625 é a de disponibilizar um aparelho com configurações intermediárias, capazes de suprir as principais necessidades básicas de um smartphone para uso no dia a dia. Dentro dessa proposta ele se sai muito bem e cumpre o seu papel.

O design moderno com capas intercambiáveis chama a atenção, e em termos de desempenho o usuário não vai ficar na mão. A bateria aguenta com tranquilidade um dia de trabalho, e as fotos capturadas com a câmera traseira são suficientes para gravar as suas recordações.

Já compatível com o 4G, é de se estranhar a incompatibilidade com o NFC. O ponto negativo de maior destaque fica por conta da tela, cuja densidade de pixels é baixa, aspecto que acaba sendo perceptível em alguns momentos. A câmera frontal com resolução VGA também não está entre as melhores características do produto.

O smartphone Nokia Lumia 625 foi cedido por empréstimo pela Nokia ao Tecmundo para a realização dessa análise.

Cupons de desconto TecMundo: