A Nokia anunciou na manhã de hoje (5) o lançamento do smartphone Nokia Lumia 920. O modelo, entre outras funcionalidades, chamou bastante a atenção principalmente pelo potencial da sua câmera, de 8,7 megapixels.

Segundo a empresa, a lentes da câmera são capazes de capturar imagens com 5 a 10 vezes mais intensidade de luz, se comparadas com as lentes de câmeras de outros celulares. Além disso, graças à tecnologia PureView, um recurso de lentes independentes que permite maior estabilidade de imagem na hora da gravação sem que, para isso, haja perda na qualidade do foco.

O recurso foi demonstrado em um vídeo promocional – que está sendo questionado pela imprensa especializada – e também pode ser conferido de perto nas primeiras impressões de alguns sites de tecnologia. De fato, talvez ela não seja tão brilhante quanto o que é revelado no vídeo promocional, mas os primeiros testes práticos são bastante animadores.

Pure View

A tecnologia Pure View está em desenvolvimento há cinco anos. Usando um conjunto de lentes Carl Zeiss, o sistema mantém por padrão uma maior abertura de campo, com sensores 10% maiores do que os demais com a mesma resolução.

Além disso, as câmeras com essa tecnologia contam com sensores de estabilização ótica de imagem, que por meio de algoritmos específicos, virtualizam alguns elementos da imagem capturada, detectando o movimento de câmera usando o giroscópio e, com isso, determinando a direção do movimento.

O sistema criado pela Nokia é capaz de detectar até 500 movimentos por segundo, o que representa cerca de 50% mais movimento do que os sistemas convencionais de estabilização óptica de imagem. 

Será mesmo?

O site The Verge publicou horas depois do lançamento do vídeo oficial da Nokia uma contestação às imagens que são exibidas no vídeo publicitário. Em um determinado momento, quando a imagem da câmera passa diante da janela de um trailer, é possível ver no reflexo do vidro uma van e um suposto operador de câmera, que seria o responsável pela captura das imagens.

(Fonte da imagem: Reprodução/The Verge)

A Nokia ainda não se manifestou sobre o assunto e, apesar de as imagens colocarem a empresa em uma situação constrangedora, não há como negar que o PureView permite um ganho significativo na estabilização de imagem.

Cupons de desconto TecMundo: