Sempre polêmico em suas previsões, o analista da Wedbush Securities, Michael Pachtor, afirmou na mais recente edição do programa “Pachter Factor” que 2017 será um ano melhor para o Switch do que para o Xbox One. Segundo ele, a plataforma da Nintendo vai vender aproximadamente 4 milhões de unidades a mais do que a pertencente à Microsoft.

“Eu diria que o Switch pode vender 14 milhões e, se isso acontecer, ele será maior do que o Xbox One. O Xbox One venderá entre 10 a 11 milhões de unidades, mas a Microsoft não revela números e não há uma forma de medir isso”, afirmou o analista de mercado. Segundo ele, o momento decisivo para as vendas será mesmo a época de compras do fim de ano.

“Eu vejo o Switch como um portátil, e um portátil muito bom para US$ 300, enquanto o Xbox One é um console muito bom para US$ 300. Se você quiser um console, compre um Xbox, e se quiser um portátil, compre um Switch. Mas penso que a portabilidade do Switch o favorece um pouco. Penso que o mercado japonês vai comprar 3 ou 4 milhões de consoles Switch, enquanto a Microsoft não vendeu nem um milhão por lá”.

Segundo o analista, o mercado japonês será o elemento determinante na comparação das unidades vendidas por cada empresa. Isso deve ajudar a plataforma da Nintendo a alcançar vendas de 50 milhões de unidades durante sua vida — número previsto por Pachter —, sendo que ele duvida que a plataforma consiga vender 20 milhões de unidades pro ano e chegar a 100 milhões de cópias totais em um intervalo de 5 anos.

Cupons de desconto TecMundo: