Ele é chamado por vários nomes: Moto S, Nexus X, Nexus 6 e Shamu. Independentemente da alcunha, trata-se do próximo aparelho da Motorola fabricado em parceria com a Google. Agora, o aparelho está na rede em detalhes internos, graças ao vazamento de um benchmark realizado pelo CPU-Z.

De acordo com o teste, as especificações técnicas do Shamu são as seguintes:

  • Processador: quad-core Qualcomm Snapdragon 805 de 2,65 GHz
  • GPU: Adreno 420
  • Sistema operacional: Android 5.0 (L)
  • Tela: 5,9" (resolução 1440x2392 pixels ou Quad HD)
  • Densidade da tela: 560 dpi
  • Memória RAM: 3 GB
  • OpenGL: 3.0
  • Arquitetura da CPU: Krait 450

Fora o clock em 2,65 GHz do processador, o que logo salta aos olhos é o sistema operacional: o Android usado é o "L", reconhecido no benchmark como 5.0. Será mesmo essa a numeração? Os números batem com um teste já vazado no Geekbench, que falava ainda em câmeras de 12 MP (traseira) e 2 MP (frontal), além de uma bateria de 3.200 mAh.

Tela "monstra"

Outro ponto curioso está relacionado à tela do Shamu. Se convertidas diretamente, as especificações levam a crer que o aparelho tem uma tela de mo máximo 5,2". Mas o valor de densidade que consta no benchmark é dpi (pontos por polegada), não ppi (pixels por polegada) — e, feita a comparação de valores, os 560 dpi batem com um aparelho de 5,9". Para um aparelho que tem o codinome baseado em uma baleia, nada mais justo que um display exagerado, não é mesmo?

O tamanho da tela confirma os rumores de que a Motorola estava em dúvidas entre um aparelho de 5,9" e outro de 5,2" — e a dúvida agora é só saber se ela optou por um ou fabricará ambos. Além disso, a descrição bate com algumas fotos que vazaram recentemente.

Cupons de desconto TecMundo: